Escolha as suas informações

Alemanha proíbe encontros com mais de duas pessoas na via pública
Sociedade 3 2 min. 22.03.2020

Alemanha proíbe encontros com mais de duas pessoas na via pública

Alemanha proíbe encontros com mais de duas pessoas na via pública

AFP
Sociedade 3 2 min. 22.03.2020

Alemanha proíbe encontros com mais de duas pessoas na via pública

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
A chanceler alemã anunciou hoje medidas mais restritas para conter a propagação do coronavírus. A regra da distância social de dois metros é imposta em locais fechados.

A Alemanha é, neste momento, o quarto país do mundo mais afetado pela epidemia do novo coronavírus e o terceiro na Europa. 

Para prevenir uma maior contaminação da doença entre a população a chanceler Angela Merkel anunciou ao país novas medidas de restrição que, para já, são válidas por duas semanas. 

Na via pública, os encontros com mais de duas pessoas passam a ser proibidos. Apenas são permitidos se se tratar de pessoas que vivem juntas, nomeadament famílias.

Na rua, todos os residentes têm de respeitar a distância social de 1,5 metro da outra pessoa.

AFP

Dois metros em locais fechados

Nos locais fechados essa distância social aumenta para dois metros.  Todos os restaurantes, cafés e prestadores de serviços, como cabeleireiros onde não é possível manter uma distância de 2 metros entre as pessoas devem encerrar, até novas ordens.

Nas empresas há que seguir rigorosamente os regulamentos de higiene para os seus funcionários.

Por agora, a chanceler alemão mantém a permissão das viagens entre casa e trabalho e para ajudar outras pessoas. Quem desejar sair para exercícios físicos individuais, como correr, pode fazê-lo.

Regras para serem cumpridas

Na sua comunicação, Angela Merkel frisou que estas novas restrições, não são conselhos, "são regras para serem cumpridas". Os agentes policiais irão estar vigilantes e garantir o cumprimento das novas medidas.

"Ninguém desejou essas restrições", afirmou a chanceler alemã prevendo que "os próximos tempos serão difíceis", por causa da epidemia.  Merkel falou ao país após uma reunião com o presidente alemão, Frank Walter-Steinmeier e os líderes dos 16 estados da Alemanha em que todos acordaram a introdução destas novas normas. "O perigo é a interação direta entre as pessoas", vinca a chanceler alemã.


Covid-19. Alemanha é o quarto país com mais doentes mas continua com menos mortes
Angela Merkel vai decidir se decreta estado de emergência. Especialistas tentam descobrir porque este país tem poucas vítimas mortais em relação a outros países, como França e Itália, face aos número de infetados no país.

Mais 2705 casos só num dia

Na Alemanha, existem atualmente 16.662 doentes infetados com o novo coronavírus, segundo dados do  Instituto Robert Koch.

  Entre sexta e sábado registaram-se 2.705 novos casos. As vítimas mortais também cresceram, tendo falecido mais 16 doentes elevando para 47 os casos totais. Mesmo assim, a Alemanha tem conseguido manter um número de mortos inferior ao dos outros países, em comparação ao dos doentes infetados.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas