Escolha as suas informações

Alemanha. Pessoas imunizadas contra a covid-19 com acesso livre a partir deste domingo
Sociedade 09.05.2021

Alemanha. Pessoas imunizadas contra a covid-19 com acesso livre a partir deste domingo

Alemanha. Pessoas imunizadas contra a covid-19 com acesso livre a partir deste domingo

Foto: Shutterstock
Sociedade 09.05.2021

Alemanha. Pessoas imunizadas contra a covid-19 com acesso livre a partir deste domingo

Fim de recolher obrigatório, reuniões privadas com outras pessoas e frequentar qualquer loja ou estabelecimento sem ter de mostrar teste negativo são algumas das vantagens que os vacinados ou pessoas que já tiveram a doença passam a ter.

Este domingo marca o início de uma fase de liberdade para muitos, na Alemanha. 

O país ainda não estabeleceu um plano de reabertura de restaurantes e bares, mesmo para os que têm esplanada, e o setor cultural continua parado desde novembro, mas para quem já foi vacinado, com as duas doses, há pelo menos 15 dias, e para os doentes com teste negativo há 28 dias - considerados imunizados durante os próximos seis meses - começa hoje o levantamento de restrições.

São várias as liberdades de que esta parte da população pode começar a gozar a partir deste domingo.

Os imunizados já podem, por exemplo, reunir-se em privado com outras pessoas e ir a qualquer loja sem terem de mostrar um teste negativo, como acontece para o resto da população, com exceção das chamadas lojas essenciais, como supermercados ou farmácias.


Que tipo de testes são obrigatórios para ir jantar fora?
Cafés e restaurantes vão poder reabrir os espaços interiores a partir de 16 de maio, mas nestes casos, quem quiser sentar-se no interior terá de apresentar um teste negativo à covid-19.

No total, mais de sete milhões de pessoas que já receberam as duas doses da vacina contra a covid-19 podem beneficiar destas medidas de alívio das regras sanitárias, que se aplicam igualmente às pessoas consideradas curadas após terem sido infetadas com o vírus.

Os imunizados deixam também de ter de respeitar o recolher obrigatório noturno a partir das 22h, iniciado em abril, como medida de resposta à terceira vaga que está a assolar o país.

A Alemanha registou nas últimas 24 horas 127 mortes e 12.656 novas infeções por covid-19, havendo atualmente 276.300 casos ativos, no país, segundo dados do Instituto Robert Koch.

A tendência de descida e estabilização dos números, levaram, na sexta-feira, o ministro da Saúde, Jens Spahn, a afimar, pela primeira vez, que a terceira vaga de infeções parece ter sido superada.

"A tendência das últimas semanas foi confirmada. A terceira vaga parece ter sido ultrapassada", referiu o governante embora muitas restrições continuem em vigor.

Entretanto, a campanha de vacinação acelerou, após um início lento. Mais de 26 milhões de pessoas já receberam a primeira dose da vacina e as autoridades sanitárias planeiam inocular até ao final de agosto todos os adolescentes com mais de 12 anos.  

com Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas