Escolha as suas informações

Alemanha. 11 casos da variante inglesa detetados em Trier
Sociedade 05.02.2021

Alemanha. 11 casos da variante inglesa detetados em Trier

Alemanha. 11 casos da variante inglesa detetados em Trier

Foto: António Pires
Sociedade 05.02.2021

Alemanha. 11 casos da variante inglesa detetados em Trier

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Variante mais contagiosa continua a marcar presença entre os novos casos diários.

Na passada quinta-feira, as autoridades alemãs confirmaram 11 casos da variante inglesa do coronavírus em Trier-Saarburg, distribuindo-se em sete por todo o distrito e quatro na cidade de Trier.  

Em todo o distrito, foram registados 246 novos casos de covid-19, mais seis do que no dia anterior. Oito pessoas estão hospitalizados.

Em relação a todo o país, os números continuam elevados. Nas últimas 24 horas, a Alemanha registou 855 mortes e 12.908 novos casos positivos. 

No Luxemburgo, até ao último dia de janeiro, tinham sido detetados 47 casos de infeção da variante inglesa e quatro casos de infeção causados pela variante sul-africana, mas o Ministério da Saúde afirma que podem ser mais, uma vez que existe um "atraso de 7 a 10 dias para obter os resultados da sequênciação".    

Esta sexta-feira, foi desmentida pelo Governo a possibilidade de existir uma variante Luxemburguesa a circular, por enquanto. Confirmação chega após a  agência de notícias alemã DPA dar conta do caso de uma funcionária de um hospital de Halle, na Alemanha, que terá sido infetada pela variante luxemburguesa ou norueguesa do novo coronavírus. 

Contactado pela Rádio Latina, o Ministério da Saúde afirma que “esta notícia não está correta”, esclarecendo que, segundo a nomenclatura oficial “Pangolin”, esta “variante é originária do Texas, nos Estados Unidos da América, e não do Luxemburgo”. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas