Escolha as suas informações

Alcançado um acordo para a reabertura da maternidade em Ettelbruck
Sociedade 3 min. 07.04.2022 Do nosso arquivo online
Saúde

Alcançado um acordo para a reabertura da maternidade em Ettelbruck

Saúde

Alcançado um acordo para a reabertura da maternidade em Ettelbruck

Unsplash
Sociedade 3 min. 07.04.2022 Do nosso arquivo online
Saúde

Alcançado um acordo para a reabertura da maternidade em Ettelbruck

Mélodie MOUZON
Mélodie MOUZON
O Ministro da Saúde e o Ministro da Segurança Social aprovaram um conceito de cuidados neonatais desenvolvido pelo Centre hospitalier du Nord (CHdN) em parceria com o Centre hospitalier de Luxembourg (CHL).

"Uma situação catastrófica". Foi assim que Guillaume Steichen, secretário-geral da Associação de Médicos e Dentistas (AMMD), descreveu o encerramento temporário da maternidade de Ettelbruck na quarta-feira. 

Uma medida imposta desde segunda-feira devido a uma falta temporária de médicos especialistas, e por isso o bom funcionamento da maternidade já não estava garantido. Por conseguinte, não havia outra escolha senão fechar temporariamente o serviço, o tempo para cumprir a lei hospitalar de 2018, algo que os anestesistas e ginecologistas do hospital têm vindo a exigir há algum tempo. 

A notícia teve o efeito de uma bomba no norte do país, os deputados do norte do CSV e do DP tinham pedido a Paulette Lenert (LSAP) respostas e garantias políticas rápidas. A espera foi curta. Ministério da Saúde e o Ministério da Segurança Social anunciaram, na quinta-feira à noite, que os dois ministros tinham aprovado na quarta-feira, com o parecer favorável do Diretor de Saúde, o conceito de cuidados neonatais desenvolvido pelo Centre hospitalier du Nord (CHdN) em parceria com o Centre hospitalier de Luxembourg (CHL) "permitindo a reabertura da maternidade do CHdN num curto espaço de tempo.

Um conjunto de medidas 

Numa declaração, os dois ministérios anunciaram que "em parceria com a direcção da CHdN e o serviço nacional de neonatologia intensiva da CHdN, a direcção da CHdN conseguiu definir um conjunto de medidas que permitirão garantir os cuidados neonatais na CHdN e assegurar o cumprimento da lei de 8 de Março de 2018 sobre os estabelecimentos hospitalares e o planeamento hospitalar".

 A Ministra da Saúde Paulette Lenert acredita que este é um "bom conceito para permitir uma reabertura da maternidade do Centre hospitalier du Nord. Para mim, é prioritário garantir os melhores cuidados para as mulheres grávidas e não deixar nenhum paciente para trás", afirmou. 

Garantir a segurança dos recém-nascidos 

A maternidade da CHdN em Ettelbruck tem a tarefa de receber gravidezes de baixo risco. Mas uma emergência neonatal pode ocorrer inesperadamente. "O conceito que visa garantir a segurança do recém-nascido combina várias medidas que vão desde uma equipa treinada na reanimação imediata da criança presente no local, até à tele-experimentação com o departamento de neonatologia da CHL, à transferência para a neonatologia intensiva na CHL em caso de necessidade, pelo serviço neonatal SAMU, cuja disponibilidade será aumentada", sublinham os dois departamentos. 

Chegou-se assim a um acordo com a associação de anestesistas e reanimadores, o grupo de ginecologistas e obstetras e os pediatras aprovados da CHdN.  A direção e o pessoal médico da CHdN dizem que estão "ansiosos por pôr em prática o mais rapidamente possível as medidas técnicas e organizacionais necessárias para o bom funcionamento de todo o processo de parto e cuidados pós-natais". 

Uma solução durante o encerramento temporário

Atualmente, ainda não foi indicada uma data para a reabertura da unidade de maternidade. Mas isto deve ser "comunicado o mais cedo possível", asseguram os dois ministérios. O resolver da crise será um alívio para o novo diretor dos Hospitais Robert Schuman (HRS). Este último receava que um encerramento prolongado da maternidade de Ettelbruck levasse a entre 400 e 600 nascimentos adicionais no HRS.

Durante o encerramento temporário da maternidade, as mulheres nas fases iniciais do parto podem ligar para o número de emergência 112 e ser transportadas de ambulância. A CHdN compromete-se também a acompanhar cada intervenção da SAMU por uma parteira da sua equipa de maternidade. 

Originalmente publicado na edição francesa do Luxemburguer Wort. 

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Cerca de 800 bebés nascem na maternidade de Ettelbruck por ano. Embora tenha sido alcançado um acordo para a reabertura, ainda não foi posto em prática e não há data para que isso aconteça.