Escolha as suas informações

Universidade em Sófia vai criar Cátedra José Saramago
Portugal 11.11.2019

Universidade em Sófia vai criar Cátedra José Saramago

Universidade em Sófia vai criar Cátedra José Saramago

Foto: Lusa
Portugal 11.11.2019

Universidade em Sófia vai criar Cátedra José Saramago

Protocolo com o Instituto Camões vai "refletir a importância que a obra do escritor assume nos estudos literários na Bulgária".

A Universidade Sveti Kliment Ohrisdki, em Sófia, vai criar a cátedra José Saramago, anunciou o Instituto Camões, lembrando que já existem 20 escolas na Bulgária que ensinam português aos alunos do ensino secundário.

O protocolo para a criação da Cátedra José Saramago na Universidade de Sófia "Sveti Kliment Ohridski" é celebrado hoje com o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua.

De acordo com o instituto, esta é a 50ª cátedra em universidades estrangeiras.

A cátedra, que terá José Saramago como patrono, vai "refletir a importância que a obra do escritor assume nos estudos literários na Bulgária, país onde, para além de universidades, a língua portuguesa é ensinada em 20 escolas, a cerca de 800 alunos do ensino secundário", refere o instituto, em comunicado enviado à Lusa.

A cátedra irá consolidar os Estudos Portugueses na Faculdade de Filologias Clássicas e Modernas da Universidade de Sófia e alargar o âmbito de ação de professores e investigadores nessa área.

No âmbito das suas atribuições, o Instituto Camões definiu como propósito central para a rede de cátedras criadas em 50 universidades estrangeiras o apoio ao ensino em programas graduados e à investigação em múltiplas áreas disciplinares e multidisciplinares, como a Linguística, a Literatura, a História ou os Estudos Pós-coloniais, visando, assim, em simultâneo, incrementar o estatuto do português como língua de ciência e de conhecimento.

A notícia surge a poucos dias do aniversário de José Saramago, que nasceu em 16 de novembro de 1922 - se fosse vivo, faria 97 anos.

José Saramago foi o único Prémio Nobel de Literatura em língua portuguesa, galardão que lhe foi atribuído em 08 de outubro de 1998.

Lusa


Notícias relacionadas

Alemanha: Emigrantes desvalorizam ensino do português
Os coordenadores do ensino do português na Alemanha consideram que a falta de motivação dos alunos pela aprendizagem da língua portuguesa deve-se ao desconhecimento das vantagens do idioma e à falta de incentivo de alguns professores de alemão.
Lição n°5: Escola Internacional deDifferdange recebe primeiros alunos
A Escola Internacional de Differdange (EIDD) começa a funcionar na segunda-feira, dia 12 de Setembro. Os alunos das primeiras nove turmas chegam este mês e, gradualmente, virão os restantes 1.400 até 2018, ano em que a escola deverá estar definitivamente concluída. Para este primeiro ano lectivo foram contratados 18 professores.
Os portugueses são a segunda nacionalidade mais representada na nova escola, com 25 alunos entre os 110 inscritos. Apesar disso, por falta de interesse na língua portuguesa, a escola arranca sem aulas de português no primário