Escolha as suas informações

Rui Pinto vai a julgamento por 90 crimes
Portugal 17.01.2020

Rui Pinto vai a julgamento por 90 crimes

Rui Pinto vai a julgamento por 90 crimes

Foto: AFP
Portugal 17.01.2020

Rui Pinto vai a julgamento por 90 crimes

O alegado pirata informático que estava indiciado por 147 crimes mantém-se em prisão preventiva.

(Notícia atualizada a 23 de janeiro de 2020, relativo ao número de crimes: 90 e não 93 como escrito anteriormente.)

A juíza do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu esta tarde que Rui Pinto, criador do Football Leaks, deverá ser julgado por 90 crimes. 

Entre os crimes que irão a julgamento estão seis de acesso ilegítimo, um de sabotagem, 17 de violação de correspondência, 68 de acesso indevido e um de extorsão. Rui Pinto estava acusado pelo Ministério Público (MP) de 147 crimes de acesso ilegítimo, violação de correspondência, sabotagem informática e tentativa de extorsão. A juíza decidiu deixar cair a acusação relativa a 54 crimes.

Segundo a acusação do MP que, a partir do início de 2015 e até 16 de Janeiro de 2019, o arguido muniu-se de conhecimentos técnicos e de equipamentos adequados que lhe permitiram aceder, de forma não autorizada, a sistemas informáticos e a caixas de correio electrónico de terceiros”.

A defesa de Rui Pinto requereu a instrução apenas com o objetivo de reduzir os 147 crimes, não estando em causa o facto de o arguido não ir a julgamento, mas antes corrigir "aspetos legais", como a duplicação de crimes. 

Já o advogado de Aníbal Pinto pediu que o seu cliente não seja pronunciado, pois "não cometeu nenhum crime". 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas