Escolha as suas informações

Rui Pinto. Juiz do Benfica foi afastado do caso
Portugal 27.05.2020

Rui Pinto. Juiz do Benfica foi afastado do caso

Rui Pinto. Juiz do Benfica foi afastado do caso

Foto: Lusa
Portugal 27.05.2020

Rui Pinto. Juiz do Benfica foi afastado do caso

Adepto do clube da Luz, Paulo Registo pediu escusa do processo. O Tribunal da Relação aceitou.

Paulo Registo está oficialmente afastado do processo do hacker português, acusado de 90 crimes, depois dos juizes do Tribunal da Relação de Lisboa terem aceite o pedido de escusa apresentado pelo próprio. 

Citado pela imprensa portuguesa, o despacho confirma a decisão da Relação “em deferir o pedido de escusa [afastamento], dispensando o Dr. José Paulo Abrantes Registo de tramitar e proceder ao julgamento”. 

Sorteado em abril para liderar o coletivo de juízes que vai julgar o criador do Football Leaks, Paulo Registo viu a sua ligação com o Sport Lisboa e Benfica exposta nas redes sociais. As publicações, entretanto removidas, evidenciavam a simpatia do juiz pelo clube da Luz. 

Em nome próprio, o magistrado chegou a partilhar um 'post' intitulado “Ser Benfiquista é ser especial”, com críticas abertas á arbitragem de um clássico FC Porto - Benfica que acabou com a vitória dos dragões. Além das camisolas e cachecóis do clube chegou a colocar ‘likes’ em publicações que chamavam pirata” a Rui Pinto e “heroína” à antiga Eurodeputada do PS, Ana Gomes. 

Com a credibilidade posta em causa, Registo decidiu que “tendo em conta o que saiu na comunicação social” deveria ser um tribunal superior a decidir de tinha ou não “condições” para julgar Rui Pinto. Antes, já a defesa de Rui Pinto se tinha mostrado preocupada com o sorteio e acabou também por pedir o afastamento do juiz, acusando-o de violar o direito de reserva e de já ter formulado um pré-juízo sobre o arguido. 

Afastado, Paulo Registo vai ser substituído pela juíza Margarida Alves, segundo o semanário Expresso. 

Acusado de 90 crimes, entre eles extorsão e invasão do sistema informático de várias entidades, Rui Pinto aguarda julgamento numa residência cedida e controlada pela Polícia Judiciária, depois de ter chegado a acordo para colaborar com a justiça portuguesa. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas