Escolha as suas informações

Quase 43 mil alunos colocados na 1.ª fase
Portugal 11.09.2016 Do nosso arquivo online
Ensino Superior

Quase 43 mil alunos colocados na 1.ª fase

Ensino Superior

Quase 43 mil alunos colocados na 1.ª fase

Foto: dpa-tmn
Portugal 11.09.2016 Do nosso arquivo online
Ensino Superior

Quase 43 mil alunos colocados na 1.ª fase

A 1.ª fase do concurso de acesso ao ensino superior público colocou 42.958 novos alunos nas universidades e politécnicos, um aumento de 2,1% em relação à mesma fase, em 2015, segundo dados da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES).

A 1.ª fase do concurso de acesso ao ensino superior público colocou 42.958 novos alunos nas universidades e politécnicos, um aumento de 2,1% em relação à mesma fase, em 2015, segundo dados da Direcção-Geral do Ensino Superior (DGES).

Os quase 43 mil colocados em 2016, comparados com os 42.068 do ano anterior, representam mais 890 estudantes que conseguem lugar na 1.ª fase, face a 2015. Este ano houve na 1.ª fase mais 133 vagas a concurso do que em 2015.

Os dados da DGES hoje divulgados mostram que 51% ficaram colocados na sua 1.ª opção, sendo 84% a percentagem dos que conseguiram lugar numa das primeiras três opções.

A 1.ª fase registou 49.472 candidatos a 50.688 vagas, tendo ficado por preencher 8.022 lugares, 16% das vagas iniciais que ficam agora disponíveis para a 2.ª fase do concurso nacional de acesso.

A percentagem de colocações em 2016 é igual à do ano anterior, fixando-se nos 87%.

Numa divisão por subsistemas, 66,2% ficou colocado numa universidade, 33,8% num politécnico. Apenas o ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, preencheu todas as vagas levadas a concurso na 1.ª fase. A Universidade Nova de Lisboa fica apenas com oito lugares por ocupar.

Os resultados da 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior estão desde hoje disponíveis em www.dges.mctes.pt.

A 2.ª fase do concurso decorre entre 12 e 23 de Setembro, para os candidatos que não conseguiram lugar na 1.ª fase e para colocados que queiram mudar de curso ou instituição.

À 2.ª fase são levadas as vagas que sobraram da 1.ª fase e as que não foram ocupadas por não se ter concretizado matrícula de estudantes colocados.

Os resultados da 2.ª fase serão divulgados a 29 de Setembro.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

“É ainda de notar que o contingente de emigrantes aumentou, desde já, em 66%, tendo atingido 538 candidatos para iniciarem estudos no Ensino Superior em Portugal no ano letivo de 2019-2020 (enquanto eram 324 em 2018)”, destacou ainda o Gabinete do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.