Escolha as suas informações

PS e PSD condenados a pagar 20 mil euros por adaptar música ‘Despacito’
Portugal 2 2 min. 12.10.2019

PS e PSD condenados a pagar 20 mil euros por adaptar música ‘Despacito’

PS e PSD condenados a pagar 20 mil euros por adaptar música ‘Despacito’

Portugal 2 2 min. 12.10.2019

PS e PSD condenados a pagar 20 mil euros por adaptar música ‘Despacito’

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Veja os videos e ouça como os acordes do famoso reggeaton foram usados nas letras dos hinos de dois candidatos às autárquicas de 2017.

O caso aconteceu nas campanhas autárquias de 2017, em que as campanhas dos candidatos do PS à Câmara de Vila Pouca de Aguiar e do PSD à Câmara de Póvoa de Lanhoso decidiram adaptar a famosa música ‘Despacito’ do cantor porto-riquenho Luis Fonsi, aos seus hinos, noticiou ontem a rádio TSF.

 Do ‘Despacito’ só usaram mesmo a música e num tom mais lento, já que as letras foram escritas propositadamente para apelar ao voto dos seus candidatos, o socialista José Carlos Rendeiro, e do social democrata Avelino Silva. 

Enquanto este último de Póvoa de Lanhoso que se recandidatou ganhou as eleições, o socialista de Vila Pouca de Aguiar, não conseguiu a vitória.  Em ambos os casos, a adaptação do 'Despacito' serve de música de fundo de vídeos de campanha dos dois candidatos.

Veja o video do candidato socialista José Carlos Rendeiro.

 Multas de 10 mil cada

Agora, PS e PSD estão condenados a pagar. O PS, 10 mil euros e o PSD e o seu candidato e autarca, outros 10 mil euros, à Sociedade Portuguesa de Autores, pelo uso indevido desta famosa música reggaeton-pop, uma das mais vistas de sempre no Youtube.

 Os partidos ainda tentaram contornar a decisão para não pagarem justificando que a decisão de adaptar a música foi tomada pelas campanhas a nível local, cujas candidaturas têm autonomia, além de que os dois candidatos em questão, nem sequer são funcionários do partido, explica a TSF que teve acesso às decisões dos tribunais.

Mesmo assim, o Tribunal da Propriedade Intelectual não considerou válidos estes argumentos, nas sentenças de abril e julho, decisão confirmada pelo Tribunal da Relação de Lisboa, em setembro.

Veja o video do candidato social democrata Avelino Silva.

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

 Partidos foram avisados

Os juízes alegaram que as estruturas nacionais dos partidos devem ser responsabilizadas pelo que acontece a nível local, de acordo com os documentos a que esta rádio teve acesso.

A Sociedade Portuguesa de Autores declarou também que quando teve conhecimento dos vídeos contactou o PS e o PSD para pagarem os direitos de autor, mas que não obteve resposta.

 Dois anos depois destas eleições autárquicas os dois partidos vão ter de pagar por este ‘Despacito’ feito à medida de dois candidatos. 

Como lembra a TSF, na altura da campanha, o vídeo do candidato socialista de Vila Pouca de Aguiar estava a ter tanto sucesso na net que a TVI até entrevistou José Carlos Rendeiro a esse propósito, embora ele tenha acabado por perder as eleições.  

As adaptações 

 Na versão original, 'Despacito' Luis Fonsi começa a música cantando: “Oh Yeah. Sí, sabes que ya llevo un rato mirándote; Tengo que bailar contigo hoy”.

Na versão do hino do candidato socialista, José Carlos Rendeiro, a canção começa: “Oh Yeah. Sim, José Carlos é o nosso candidato e agora tens de o apoiar”.

Já a letra do 'Despacito' do candidato do PSD, Avelino Silva versa de início: “Oh Yeah. Sim, os povoenses sabem quem está a chegar, Avelino e sabem porquê”.

A verdade é que ambas as versões tornaram-se pequenos êxitos na internet, pela originalidade. Uma até foi considerada um "tesourinho".   

E aqui fica a versão Luis Fonsi 'Despacito' ft. Daddy Yankee

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.