Escolha as suas informações

Principal suspeito da morte do rapper Mota Jr foi detido
Portugal 26.05.2020

Principal suspeito da morte do rapper Mota Jr foi detido

Principal suspeito da morte do rapper Mota Jr foi detido

Foto: Facebook
Portugal 26.05.2020

Principal suspeito da morte do rapper Mota Jr foi detido

O principal suspeito do homicídio do rapper foi capturado no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

Edi Barreiros aterrou no aeroporto da Invicta às 11h50 e foi detido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, alvo de um mandato de captura internacional, emitido depois do aparecimento do corpo do músico, em Sesimbra. 

A notícia foi avançada pelo Correio da Manhã que adianta que o principal suspeito da morte do jovem de 28 anos regressou de Londres, para onde terá fugido depois do crime. 

Em comunicado, as autoridades limitam-se a dar conta da detenção de um indivíduo de "26 anos de idade", "investigado por crimes de roubo, sequestro e provável homicídio".

"O cidadão foi intercetado no decorrer de um controlo de fronteira efetuado a um voo proveniente de Stansted, Londres", revela o SEF, acrescentando que em cumprimento do pedido de paradeiro policial, "o cidadão foi entregue à Polícia Judiciária".

Desaparecido desde 15 de março, David Mota foi encontrado um mês depois, a 19 de maio, já cadáver. Apesar do grau de decomposição do corpo, as autoridades concluíram que o rapper terá morrido depois de ser torturado por assaltantes, depois de ter sido atraído para uma emboscada. 

De resto, os contornos do crime continuam por apurar. Em entrevista à TVI, a mãe de David Mota revelou que o filho tinha sido abordado por dois indivíduos armados que o levaram. Para trás, na rua, terão ficado o chapéu e os chilenos do jovem que ficou conhecido pelos temas Bu Casta Acredita" ou "Mentiras". 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas