Escolha as suas informações

Portugal volta a comparticipar testes rápidos de antigénio
Portugal 18.11.2021
Covid-19

Portugal volta a comparticipar testes rápidos de antigénio

Covid-19

Portugal volta a comparticipar testes rápidos de antigénio

Foto: Lusa
Portugal 18.11.2021
Covid-19

Portugal volta a comparticipar testes rápidos de antigénio

Lusa
Lusa
Medida tem em conta a atual situação epidemiológica, que piorou nas últimas semanas, e a importância de voltar a intensificar a realização de testes.

Os testes rápidos de antigénio efetuados nas farmácias e laboratórios aderentes ao regime excecional de comparticipação vão voltar a ser gratuitos a partir de sexta-feira em Portugal, anunciou o Ministério da Saúde. 

A portaria que prorroga o regime aprovado em junho é publicada esta quinta em Diário da República, adianta o ministério numa nota enviada à agência Lusa. A comparticipação continua a ser limitada ao máximo de quatro testes por mês e por utente.

O Ministério da Saúde justifica esta renovação do regime tendo em conta a atual situação epidemiológica e a importância de voltar a intensificar a realização de testes para deteção do SARS-CoV-2 de forma progressiva e proporcionada ao risco, que contribuam para o reforço do controlo da pandemia.


Portugal pode voltar ao confinamento. "Todos os cenários estão em aberto"
Ministra da Saúde disse que o país está preparado para responder à quinta vaga "o melhor possível", mas lembrou que "países muito robustos estão debaixo de uma quinta vaga muito evidente. É o caso da Alemanha", sublinhou Marta Temido.

Segundo os últimos dados divulgados pela Task Force para a promoção do Plano de Operacionalização da Estratégia de Testagem para SARS-CoV-2, já foram feitos em Portugal mais de 20 milhões de testes de diagnóstico à covid-19 desde o início da pandemia em março de 2020.

Este ano foram efetuados cerca de 48 mil testes por dia, em média, mais de 70% do total de testes de diagnóstico realizados desde o início da pandemia, adiantam os dados divulgados a 06 de novembro.


Máscara na rua e controlo nas fronteiras? Portugal estuda cenários antes de reunião com especialistas
Reunião entre Governo e peritos no Infarmed regressa esta sexta-feira e começam a ser avançadas algumas hipóteses para conter o aumento de casos e de internamentos por covid-19.

A covid-19 provocou pelo menos 5.113.287 mortes em todo o mundo, entre mais de 254,29 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse. Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.283 pessoas e foram contabilizados 1.112.682 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas