Escolha as suas informações

DGS. Vacinados com Janssen vão receber dose de reforço da Pfizer ou da Moderna
Portugal 18.11.2021
Covid-19

DGS. Vacinados com Janssen vão receber dose de reforço da Pfizer ou da Moderna

Covid-19

DGS. Vacinados com Janssen vão receber dose de reforço da Pfizer ou da Moderna

Foto: LUSA
Portugal 18.11.2021
Covid-19

DGS. Vacinados com Janssen vão receber dose de reforço da Pfizer ou da Moderna

Lusa
Lusa
Dose de reforço será administrada após 90 dias da primeira dose. Também é encurtado o intervalo entre a segunda e a terceira dose, que é atualmente de cinco a seis meses, anunciou Graça Freitas.

As pessoas a partir dos 18 anos que receberam a vacina contra a covid-19 da Janssen vão poder receber uma dose de reforço após 90 dias da administração da primeira, anunciou esta quinta-feira a diretora-geral da Saúde

A medida foi anunciada em conferência de imprensa pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, que explicou que, no caso das pessoas que receberam a vacina de dose única da Janssen, não existe qualquer limitação de idade.

A dose de reforço, que será da vacina da Pfizer ou da Moderna, pode ser administrada após 90 dias.

Por outro lado, a Direção-Geral da Saúde decidiu encurtar o intervalo entre a segunda dose e a terceira, que é atualmente de 150 a 180 dias, ou seja, cinco a seis meses.

Posteriormente, em declarações à agência Lusa, a responsável esclareceu que até agora só era possível receber a dose de reforço para maiores de 65 anos 180 dias após a dose anterior, sendo que agora esse prazo é reduzido, podendo variar entre os 150 e os 180 dias.

Outra das alterações anunciadas para este grupo de utentes, que abrange também profissionais de saúde, do setor social e bombeiros, é a inclusão das pessoas que tendo estado infetadas com o SARS-CoV-2 receberam uma dose da vacina depois de recuperadas.

A covid-19 provocou pelo menos 5.122.682 mortes em todo o mundo, entre mais de 254,95 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.295 pessoas e foram contabilizados 1.115.080 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A vacinação completa contra a covid-19 abrange já 86% da população portuguesa e são já mais de nove milhões de pessoas as que têm pelo menos uma dose da vacina, de acordo com dados oficiais hoje divulgados.