Escolha as suas informações

Portugal. Quase 15 mil pessoas votaram antecipadamente nas Europeias
Portugal 20.05.2019

Portugal. Quase 15 mil pessoas votaram antecipadamente nas Europeias

Portugal. Quase 15 mil pessoas votaram antecipadamente nas Europeias

Foto: Pierre Matgé
Portugal 20.05.2019

Portugal. Quase 15 mil pessoas votaram antecipadamente nas Europeias

Os eleitores com capacidade eleitoral ativa são 10.761.156, em Portugal e no estrangeiro.

Quase 15 mil pessoas votaram antecipadamente, este domingo, nas eleições europeias, uma novidade neste ato eleitoral e que registou uma afluência de 76%, segundo dados enviados esta segunda-feira à agência Lusa pelo Ministério da Administração Interna (MAI).


Conf.: “Paris COP21 - A Turning Point For Clean Technologies?“  -Camille Gira
Europeias 2019. Os rostos dos partidos no Luxemburgo
Conheça os candidatos dos dez partidos luxemburgueses às eleições europeias.

De acordo com o MAI, o número total de eleitores que exerceram o voto antecipado em Portugal continental e nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores é de 14.909.

Alguns segmentos da população já podiam votar antecipadamente, mas uma das novidades introduzidas neste ato eleitoral é o alargamento dessa possibilidade a todos os portugueses recenseados em território nacional, os quais não precisam de justificar o motivo.

O ministério tutelado por Eduardo Cabrita também adiantou que houve uma afluência às urnas de voto de 76%, de um total de 19.584 pedidos de sufrágio antecipado em mobilidade.

Lisboa foi o distrito onde mais pessoas votaram antecipadamente (5.871) - apesar de apenas 68% dos 8.595 inscritos terem comparecido para votar -, seguido pelo Porto (2.293) e Coimbra (943).


Portugals sozialistische Regierung steht vor einer schweren Krise, nachdem die linken Bündnispartner bei einer Parlamentsabstimmung unerwartet die konservative Opposition unterstützt haben.
Europeias. Centeno, modesto, recusa louros pelo sucesso português
O elogio veio do candidato principal dos Socialistas Europeus, Frans Timmermans, que apontou Portugal como um exemplo de sucesso no combate às medidas de austeridade. Mas o ministro das Finanças português escusou-se a tirar partido da declaração.

Em relação às regiões autónomas, a ilha da Madeira foi aquela onde mais pessoas votaram antecipadamente (410), seguida pela ilha de São Miguel (272), nos Açores.

As pessoas que votaram antecipadamente em mobilidade representam 0,16% dos portugueses recenseados em território nacional, de um total de 9.329.331 eleitores.

Os restantes 4,675 eleitores que pediram para votar antecipadamente, mas que não exerceram no domingo o direito de voto, ainda o poderão fazer no próprio dia das eleições europeias, 26 de maio, na assembleia ou secção de voto onde se encontram recenseados, segundo a informação disponível no ‘site’ da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Os eleitores com capacidade eleitoral ativa são 10.761.156 – em Portugal e no estrangeiro -, quando nas anteriores eleições para o Parlamento Europeu, em maio de 2014, eram 9.696.481.

Lusa


Notícias relacionadas

A abstenção sobe em Portugal mas o número de votos também pode subir
Segundo uma sondagem à boca das urnas, ICS/ISCTE/GFK/Metris para a SIC estima uma abstenção e 66,5% a 70,5%. Resta saber se o número de votantes efetivos, uma vez que os cadernos eleitorais têm mais um milhão de eleitores por efeito do recenceamento automático dos residentes no estrangeiro. Em 2014 votaram 3,2 milhões de eleitores de 9,7 milhões inscritos.