Escolha as suas informações

Portugal prolonga até 15 abril restrições ao tráfego aéreo
Portugal 29.03.2021

Portugal prolonga até 15 abril restrições ao tráfego aéreo

Portugal prolonga até 15 abril restrições ao tráfego aéreo

Foto: LUSA
Portugal 29.03.2021

Portugal prolonga até 15 abril restrições ao tráfego aéreo

Lusa
Lusa
À exceção dos de repatriamento, os voos com o Reino Unido e o Brasil continuam suspensos, pelo menos, até meados do próximo mês.

 O Governo alargou até 15 de abril a suspensão dos voos com o Reino Unido e Brasil e o isolamento profilático de 14 dias passa também a aplicar-se à fronteira terrestre para países de alto risco.


Portugal decide a 1 de abril se avança com plano de desconfinamento
Na próxima quinta-feira, o Governo português vai avaliar a evolução dos índices de transmissibilidade e de incidência e rever a calendarização do atual plano, que vai até ao início de maio. Se valores continuarem a subir, algumas atividades poderão não abrir na data definida.

Segundo uma nota do executivo, apenas estão permitidos os voos de repatriamento e os cidadãos que cheguem a Portugal provenientes do Brasil e Reino Unido, nos voos de repatriamento ou através de escalas, bem como da África do Sul ou de países com taxa de incidência igual ou superior a 500 casos por 100 mil habitantes (como França ou Itália) têm não só de apresentar o comprovativo de teste negativo como cumprir um período de isolamento profilático de 14 dias.

"Os passageiros que chegam a território nacional sem o comprovativo de realização do teste para despiste da infeção por SARSCoV-2 têm de o realizar no interior do aeroporto, a expensas próprias, através de profissionais de saúde habilitados para o efeito, e têm de aguardar o resultado no próprio aeroporto", refere a nota.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Voos entre Portugal e Brasil e Reino Unido suspensos até março
Os passageiros de países que tenham uma taxa de incidência igual ou superior a 500 casos por 100.000 habitantes têm de ter teste negativo e cumprir um período de isolamento profilático de 14 dias, exceto quando a permanência em território nacional não exceda as 48h.