Escolha as suas informações

Portugal mantém "tendência epidémica crescente"
Portugal 2 min. 16.11.2020

Portugal mantém "tendência epidémica crescente"

Portugal mantém "tendência epidémica crescente"

Foto: AFP
Portugal 2 min. 16.11.2020

Portugal mantém "tendência epidémica crescente"

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
O país está em décimo lugar na Europa, no que respeita à incidência cumulativa de novos casos por 100 mil habitantes.

Portugal apresentou esta segunda-feira, 16 de novembro, um dos valores mais baixos das últimas semanas, no que respeita a novos casos diários - 3996. Um número que pode explicar-se mais pelo efeito fim de semana, que leva a um abrandamento no reporte de novas infeções, como reconhece a Direção-Geral da Saúde, do que como uma consequência já das medidas restritivas do estado de emergência.

O país continua a apresentar "tendência epidémica crescente" e é o décimo, na Europa, no que respeita à incidência cumulativa de novos casos por 100 mil habitantes.

"Portugal regista nas últimas 24 horas mais 3996 casos de covid-19, mantendo-se, no geral, uma tendência epidémica crescente. A incidência cumulativa a 14 dias é, à data, de 760 casos por 100 mil habitantes", referiu a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa. 

Apesar dessa média, ressalvou a existência de "assimetrias regionais", que fazem com que certas zonas do país estejam muito acima desse valor.


Portugal com mais 91 mortes por covid-19, o número diário mais alto desde o início da pandemia
Hospitalizações já ultrapassam os três mil e são já 426 os que necessitam de internamento em cuidados intensivos.

"A região Norte, com 1304 casos por 100 mil habitantes, continua a ser a região mais afetada", enquanto que por grupos etários a maior incidência cumulativa acontece na faixa dos "20 aos 29 anos e dos 30 aos 39 anos". "O grupo etário com mais de 80 anos também apresenta uma incidência elevada".

De acordo com Graça Freitas, o número de testes PCR também "tem aumentado", tendo atingido a  14 de novembro os "quatro milhões", sendo que dentro desse valor, "um milhão" foi realizado "no último mês". "A proporção de casos positivos, entre estes testes, é de 15,3%."

Esta segunda-feira, Portugal registou mais 91 mortos por covid-19, sendo a taxa de letalidade global, neste momento, de 1,6% e a taxa de letalidade acima dos 70 anos de 9,7%, referiu a responsável. 

Quanto aos internados, que somavam hoje o valor de 3.040, 426 dos quais em cuidados intensivos, a diretora-geral da Saúde detalhou que "2% têm menos de 30 anos, 8% menos de 50 anos e 19% menos de 60 anos".

Graça Freitas referiu ainda que a incidência cumulativa de novos casos por 100 mil habitantes "coloca Portugal em décimo lugar" no contexto europeu, lembrando que "estas posições são muito mutáveis e variam diariamente".

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas