Escolha as suas informações

Portugal. Mais 14 mortes por covid-19 e 2.370 novos infetados
Portugal 27.08.2021
Covid-19

Portugal. Mais 14 mortes por covid-19 e 2.370 novos infetados

Covid-19

Portugal. Mais 14 mortes por covid-19 e 2.370 novos infetados

AFP
Portugal 27.08.2021
Covid-19

Portugal. Mais 14 mortes por covid-19 e 2.370 novos infetados

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Internamentos nos cuidados intensivos descem, mas sobem em enfermaria. Metade das vítimas mortais do último dia tinha mais de 80 anos.

Portugal registou no último dia mais 14 mortes atribuídas à covid-19 e 2.370 novos casos de infeção.

A região Norte volta a ser a região com mais casos, com 866 novos infetados, e três mortes, seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo, com 772 novos casos e quatro óbitos, o Centro, com 315 infetados e cinco mortes, o Algarve, com 239 e um óbito, e o Alentejo, com 114 novos casos e uma morte.

Relativamente às idades das vítimas, sete tinham mais de 80 anos, quatro entre os 70 e os 79, dois entre os 60 e os 69 e um entre os 50 e os 59 anos.  

As regiões autónomas não registaram nenhum óbito, contabilizando os Açores 25 casos e a Madeira 39.

A taxa de incidência de infeções por 100.000 habitantes, nos últimos 14 dias, registou uma descida ligeira a nível nacional, passando de 312,8 para 312,7. Já a nível de Portugal continental subiu de 317,1 para 317,7.

Também o índice de transmissibilidade -R(t) - aumentou de 0,98 para 0,99.

No que respeita aos internamentos, verificou-se um aumento das hospitalizações em enfermaria e uma descida nas unidades de cuidados intensivos. Estão atualmente internadas 675 pessoas com covid-19, mais cinco em relação ao dia anterior. Dessas 144 estão internados nos cuidados intensivos, menos seis face à véspera.

Foram dadas como recuperadas 2.338 pessoas, o que elava para 967.662 o total de recuperados num universo de 1.030.791 de infetados confirmados desde o início da pandemia no país. Entre estes, 17.703 não sobreviveram à covid-19.

Há, atualmente, 45.426 casos ativos no país, mais 18 que no dia anterior.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas