Escolha as suas informações

Portugal. Mais 111 mortes e 9.478 novos casos covid nas últimas 24 horas
Portugal 09.01.2021

Portugal. Mais 111 mortes e 9.478 novos casos covid nas últimas 24 horas

Portugal. Mais 111 mortes e 9.478 novos casos covid nas últimas 24 horas

AFP
Portugal 09.01.2021

Portugal. Mais 111 mortes e 9.478 novos casos covid nas últimas 24 horas

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
O país regista um novo recorde de internamentos, 3.550 hospitalizações das quais 540 nos cuidados intensivos, e ultrapassa os 100 mil casos ativos. Números que tornam cada vez mais certo um novo confinamento.

O número total das infeções em Portugal, 476 187 aproximam-se cada vez mais das 500 mil. 

Portugal regista hoje um novo máximo diário, desta vez de hospitalizações ligadas à covid-19. Nas últimas 24 horas foram internadas 104 pessoas elevando para 3.550 os doentes internados, e mais quatro doentes passaram para os cuidados intensivos, num total de 540 camas ocupadas por doentes covid-19, nestes serviços.

O número de casos diários continua muito alto, foram quase 10 mil casos em 24 horas (9.478) e mais de 100 óbitos (111). O norte é a região com mais novos casos (3436) seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo com 2689 casos de infeção. Esta última região foi a que registou mais mortes (44).


Hospitais portugueses à beira da rutura com aumento de casos
Portugal bateu ontem o recorde diário de infeções com 10.027 casos positivos de covid-19. Vários hospitais do país já estão com a capacidade esgotada e temem que novos aumentos compliquem o cenário de sobrecarga sentido um pouco por todo o país.

Nas últimas 24 horas o país ultrapassa, pela primeira vez, os 100 mil casos ativos, são agora 102 406, devido aos novos 3468. O valor mais alto de sempre.

Novo confinamento

Os números de hoje fazem temer que um novo confinamento para janeiro será cada vez mais certo, como já equacionou o primeiro-ministro António Costa. 

O governante avisou, se a situação se mantivesse grave Portugal poderia voltar a um confinamento como aquele que viveu entre abril e maio, só que desta vez, as escolas vão manter-se abertas. O Governo vai esperar por terça-feira para tomar essa decisão, em função da situação da doença no país.


Covid-19. Costa admite novo confinamento em Portugal, mas com escolas abertas
As infeções e mortes continuam a atingir valores nunca antes alcançados pelo que o primeiro-ministro admite voltar a adotar restrições como em Março. Este fim de semana continua o recolher obrigatório às 13h00.

Também ontem o ministro de Estado e da Economia, Siza Vieira, admitiu que as novas restrições para conter a pandemia de covid-19 podem passar por um novo encerramento da restauração e do comércio não alimentar.

"Aquilo que devemos ponderar como plausível é o quadro que vigorou durante o mês de abril ou o quadro que vigorou durante a primeira quinzena do mês de maio", disse o ministro em conferência de imprensa após a Concertação Social.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas