Escolha as suas informações

Portugal. “Confinamento atual vai manter-se durante março”
Portugal 2 min. 11.02.2021

Portugal. “Confinamento atual vai manter-se durante março”

Portugal. “Confinamento atual vai manter-se durante março”

LUSA
Portugal 2 min. 11.02.2021

Portugal. “Confinamento atual vai manter-se durante março”

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
A situação da covid-19 continua "extremamente grave" em Portugal, avisou o primeiro-ministro esta tarde declarando que o desconfinamento ainda vem longe.

O primeiro-ministro António Costa declarou que as medidas de restrição em vigor, o confinamento geral, “está a produzir resultados”, mas o número de infeções, de internamentos, e de óbitos diários continua “elevadíssimo”.

“A situação continua extremamente grave temos de manter o atual nível de confinamento nos próximos 15 dias e durante o mês de março”, disse António Costa. E alertou para que apesar do confinamento geral estar a dar “bons resultados que ninguém tome isso como suficiente para se aligeirar medidas”, frisou. 

“Temos de reduzir os novos casos, os internamentos e o número de óbitos que é inaceitável”, quando comparado com a primeira vaga e o confinamento geral da altura.

Nem Carnaval, nem Páscoa

António Costa adiantou que este ano não há Carnaval e que “a Páscoa será diferente da Páscoa que conhecemos”.

Também as escolas devem manter-se fechadas e os alunos com ensino à distância até à Páscoa.

O primeiro-ministro voltou a apelar ao cumprimento das medidas e das regras que sabe serem feitas com “grande sacrifício”.

“O confinamento geral das pessoas tem consequências imediatas e visíveis”, referiu o governante. Esta terceira vaga está a ser mais rapidamente controlada, devido à maior restrição de medidas do que foi combatida a segunda vaga.

“O desconfinamento não está no horizonte. Devemos preparar os portugueses e falar verdade, e devemos assumir que durante o mês de março devemos manter um confinamento muito semelhante a este ou igual”, vincou o primeiro-ministro.

LUSA

Só metade das pessoas serão vacinadas

“Temos de conseguir reduzir os níveis da pandemia para níveis de segurança, estamos ainda em risco elevado” com 960 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias consecutivos.


Portugal. Número de novos casos continua a descer
Número de mortes mantém-se abaixo da barreira dos 200.

A única exceção às medidas atuais é a de venda de livros de material escolar nas superfícies comerciais. “O Sr. Presidente da República proibiu-nos de proibir a venda de livros nos supermercados e hipermercados”, disse António Costa.

Um confinamento geral necessário até porque existem “dois riscos novos” nesta pandemia: “a entrega de menos vacinas pelas empresas farmacêuticas” e propagação das “novas variantes”.

Se as farmacêuticas fornecessem as doses de vacinas acordadas com a União Europeia Portugal iria poder vacinar “4,4 milhões de pessoas durante o primeiro trimestre” de 2021.

Com “a redução significativa de vacinas” que estão a ser fornecidas, “o país só vai poder vacinar 1,980 milhões de pessoas neste trimestre, o que representa cerca de metade do que estava acordado com os países da União Europeia” esclareceu.


Portugal. Ministra da Saúde aponta para 70% da população vacinada até ao fim do verão
Marta Temido afirmou que estima que 70% da população portuguesa esteja vacinada contra a covid-19 até ao fim do verão, salientando que as regras sanitárias deverão ser mantidas depois da vacinação.

43% de infeções pela variante britânica 

O segundo risco novo que “não devemos descurar e que tem vindo a multiplicar-se em Portugal são as novas variantes” do SARS-CoV-2 original.

Sobretudo a variante britânica que tem “larga prevalência” nos novos casos de infeção registados no País, “representando 43%” dessas infeções.

Portugal prolongou hoje o estado de emergência por mais 15 dias, devendo este voltar a ser renovado, como indicou o chefe do executivo.

Esta noite, pelas 20h00, será a vez do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa fazer uma comunicação ao país.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Portugal. Confinamento geral pode durar dois meses
A ministra da Saúde, Marta Temido declarou que o país continua com "elevado número de infeções diárias" pelo que é necessário prolongar o confinamento até ao final de fevereiro, podendo durar até 15 março.