Escolha as suas informações

Portugal com mais seis mortes por covid-19 e 309 casos nas últimas 24 horas
Portugal 29.03.2021

Portugal com mais seis mortes por covid-19 e 309 casos nas últimas 24 horas

Portugal com mais seis mortes por covid-19 e 309 casos nas últimas 24 horas

AFP
Portugal 29.03.2021

Portugal com mais seis mortes por covid-19 e 309 casos nas últimas 24 horas

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Só as regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Alentejo registaram óbitos. Incidência continua a baixar, mas índice de transmissibilidade mantém-se próximo de 1.

Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais seis mortes por covid-19 e 309 novos casos.

Apenas as regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Alentejo registaram óbitos: cinco e 1, respetivamente. No que respeita ao número de novos infetados, a região da capital concentra quase metade, 139, seguindo-se o Norte com 93, o Centro com 25, o Algarve com 19, e o Alentejo com 16.


Portugal decide a 1 de abril se avança com plano de desconfinamento
Na próxima quinta-feira, o Governo português vai avaliar a evolução dos índices de transmissibilidade e de incidência e rever a calendarização do atual plano, que vai até ao início de maio. Se valores continuarem a subir, algumas atividades poderão não abrir na data definida.

Nas regiões autónomas, Açores e Madeira registaram, respetivamente, mais 9 e 8 casos entre ontem e hoje.

O número de hospitalizações também continua a baixar, havendo atualmente 623 internadas, menos 10 que ontem, e 136 em cuidados intensivos, menos seis face ao dia anterior.

Recuperaram mais 458, elevando para 775.849 o total de pessoas que ultrapassaram a doença.

Desde o início da pandemia e até à data, foram confirmados, em Portugal, 820.716 infetados com o vírus SARS-Cov-2 e 16.843 morreram vítimas de covid-19.

Há, atualmente, 28.024 casos ativos, no país, menos 155 que ontem.

O nível de incidência continua a baixar, sendo, esta segunda-feira, de 70 casos por 100 mil habitantes, mas o índice de transmissibilidade - R(t)- mantém-se próximo de 1, nos 0,94.



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas