Escolha as suas informações

Portugal. Assassinato de Bruno Candé motiva protestos na sexta-feira
Portugal 29.07.2020

Portugal. Assassinato de Bruno Candé motiva protestos na sexta-feira

Portugal. Assassinato de Bruno Candé motiva protestos na sexta-feira

LUSA
Portugal 29.07.2020

Portugal. Assassinato de Bruno Candé motiva protestos na sexta-feira

Em vários pontos do país, estão marcadas ações para exigir justiça e condenar o racismo depois do assassinato de Bruno Candé no sábado em Moscavide, nos arredores de Lisboa.

Quase uma semana depois do assassinato do ator de 39 anos, estão marcadas várias iniciativas de homenagem e protesto contra o racismo que terá estado também entre as motivações que levaram o autor do crime a disparar quatro tiros à queima-roupa.

"O Racismo matou de novo: Justiça por Bruno Candé" é o lema escolhido pelos organizadores para o evento que, através do Facebook, convoca a homenagem e afirma que vão estar na rua "para exigir justiça e combater o racismo". Em Lisboa, o protesto terá lugar pelas 18 horas, no Largo de São Domingos.


Moscavide. Uma freguesia em choque com um homicídio anunciado
Bruno Candé foi baleado este sábado em plena via pública. Autor do homicídio terá ameaçado de morte o jovem dias antes e proferido insultos racistas, mas para já as autoridades não confirmam que tenha sido esse o motivo do crime. Família e comunidade reclamam justiça.

Para a família da vítima, que no dia do assassinato emitiu um comunicado, pedindo que "a justiça seja feita de forma célere e rigorosa", não há dúvida sobre a motivação racial do crime. "O assassino já o havia ameaçado de morte três dias antes, proferindo vários insultos racistas", o que, para a mesma, torna "evidente o caráter premeditado e racista deste crime".

Também numa nota, a organização SOS Racismo afirmou que "o racismo já matou e continua a matar. Para que o assassinato do Bruno Candé Marques não seja mais um sem consequências, exigimos que justiça seja feita".


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.