Escolha as suas informações

Pedrogão Grande: "Prioridade tem de ser dada ao combate ao incêndio e identificação das vítimas", disse António Costa
Portugal 2 min. 18.06.2017 Do nosso arquivo online

Pedrogão Grande: "Prioridade tem de ser dada ao combate ao incêndio e identificação das vítimas", disse António Costa

O primeiro-ministro de Portugal está no terreno e já se reuniu com o presidente da Câmara do Pedrogão Grande

Pedrogão Grande: "Prioridade tem de ser dada ao combate ao incêndio e identificação das vítimas", disse António Costa

O primeiro-ministro de Portugal está no terreno e já se reuniu com o presidente da Câmara do Pedrogão Grande
Foto: Lusa
Portugal 2 min. 18.06.2017 Do nosso arquivo online

Pedrogão Grande: "Prioridade tem de ser dada ao combate ao incêndio e identificação das vítimas", disse António Costa

O primeiro-ministro defendeu que a prioridade tem de ser o combate ao incêndio que deflagrou ontem, sábado, em Pedrogão Grande, que causou pelo menos 62 mortos, e a identificação das vítimas, admitindo que o número possa ainda subir.

O primeiro-ministro defendeu  que a prioridade tem de ser o combate ao incêndio que deflagrou ontem, sábado, em Pedrogão Grande, que causou pelo menos 62 mortos, e a identificação das vítimas, admitindo que o número possa ainda subir.

“Chegará o momento de apurar o que aconteceu”, afirmou António Costa, à entrada de uma reunião na Câmara Municipal de Pedrogão Grande (distrito de Leiria), salientando que sábado foi “um dia de risco, com mais de 156 incêndios”.

Para o primeiro-ministro, a prioridade tem de ser dada ao combate aos incêndios que estão ativos e à identificação das vítimas, tendo referido: “não só as encontradas, como as que porventura ainda iremos encontrar”.

O chefe do executivo salientou ainda que existem zonas do terreno ainda inacessíveis devido ao incêndio que continua a lavrar com violência.

Por outro lado, destacou que "há outras prioridades atualmente como prevenir o que poderá acontecer hoje à tarde", com previsões de condições climatéricas semelhantes às de sábado, e começar a trabalhar com os presidentes de Câmara.

“É isso que venho aqui fazer, para começar a dar a resposta às populações em termos de alojamento de emergência, em termos de assegurar rendimento, restabelecimento das produções e infraestruturas”, afirmou António Costa, que será acompanhado nesta reunião pelo secretário de Estado da Segurança Social, pelo ministro da Agricultura e pelo ministro do Planeamento.

O primeiro-ministro aproveitou a ocasião para agradecer as manifestações de solidariedade que tem recebido por parte de toda a Europa e referir que já falou pessoalmente com todos os líderes partidários, para lhes disponibilizar a informação que o Governo possui.

“Quero sublinhar o grande sentido de unidade nacional com que o país está a enfrentar esta tragédia, de que não temos felizmente memória e para a qual temos de estar à altura de saber responder”, disse.

Novamente questionado sobre as causas do incêndio, António Costa repetiu que “chegará o momento de os técnicos apurarem o que aconteceu”.

“Concentremo-nos no que está ao nosso alcance”, apelou, antes de entrar para a reunião.

Pelo menos 62 pessoas morreram no incêndio que atinge Pedrógão Grande e outros dois concelhos do distrito de Leiria desde sábado, disse hoje, cerca das 13h (hora de Lisboa), o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Pedrogão Grande: Governo declara três dias de luto
O Conselho de Ministros aprovou hoje, domingo, um hoje decreto que declara luto nacional durante três dias, entre hoje e terça-feira, pelas vítimas do incêndio que deflagrou no Município de Pedrógão Grande e afetou vários concelhos.
A spanish Canadair drops water over Pedrogao Grande forest fire, central Portugal, 18 June 2017. At least sixty two people have been killed in forest fires in central Portugal, with many being trapped in their cars as flames swept over a road on the evening of 17 June 2017. A total of 692 firefighters are providing assistance.  MIGUEL A. LOPES/ LUSA
Pedrógão Grande: Número de mortos aumenta para 58
O número de pessoas que morreram no incêndio florestal que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, aumentou para 58, disse hoje o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.