Escolha as suas informações

Parlamento português chumba proposta para apoios às vítimas da tempestade Leslie
Portugal 27.11.2018

Parlamento português chumba proposta para apoios às vítimas da tempestade Leslie

Parlamento português chumba proposta para apoios às vítimas da tempestade Leslie

Foto: Paulo Novais/LUSA
Portugal 27.11.2018

Parlamento português chumba proposta para apoios às vítimas da tempestade Leslie

O parlamento português chumbou hoje a proposta do PCP para a criação de linhas de apoio até cinco mil euros para as vítimas da tempestade Leslie, que afetou a região centro do país a 13 e 14 de outubro.

No âmbito da votação na especialidade do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), a proposta dos comunistas para criação de uma “linha de apoios às vítimas” da tempestade foi rejeitada com o voto contra do PS, a abstenção dos sociais-democratas e os votos a favor do BE e CDS-PP. Em causa estão os apoios até cinco mil euros que, de acordo com a proposta dos comunistas, “são excecionados das regras, requisitos e exigências” do Programa de Desenvolvimento Rural PDR2020.

O diploma do PCP pretendia ainda que fosse assegurada celeridade nos apoios a pequenos e médios agricultores, abrangendo “associações, cooperativas e agrupamentos de produtores”, “promovendo os adiantamentos necessários às vítimas”. A passagem do furacão Leslie por Portugal, onde chegou como tempestade tropical, provocou 28 feridos ligeiros e 61 desalojados no fim de semana de 13 e 14 de outubro.


Leslie. Vento na Figueira da Foz atingiu valores recorde
A tempestade Leslie provocou vários estragos em Portugal sobretudo na zona centro do país. Na Figueira da Foz a velocidade vento atingiu valores nunca antes registados em Portugal. Veja a galeria de fotos.

A tempestade atingiu sobretudo a região Centro, onde provocou prejuízos superiores a 120 milhões de euros. A Proteção Civil mobilizou 8.217 operacionais, que tiverem de responder a 2.495 ocorrências, sobretudo queda de árvores e de estruturas e deslizamento de terras.

O distrito mais afetado pelo Leslie foi o de Coimbra, onde a tempestade, com um "percurso muito errático", se fez sentir com maior intensidade, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC). Na Figueira da Foz, uma rajada de vento atingiu o valor mais elevado registado em Portugal - 176km/hora - de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas