Escolha as suas informações

Parlamento assinala os 45 anos do 25 de Abril
Portugal 25.04.2019

Parlamento assinala os 45 anos do 25 de Abril

Parlamento assinala os 45 anos do 25 de Abril

Foto: REUTERS
Portugal 25.04.2019

Parlamento assinala os 45 anos do 25 de Abril

Sessão solene dedicada ao aniversário da Revolução realiza-se esta manhã.

A Assembleia da República assinala hoje o 45.º aniversário da “Revolução dos Cravos” com a habitual sessão solene no hemiciclo, de manhã, e à tarde abre as portas ao público.

O presidente do parlamento, Ferro Rodrigues, abre a sessão no hemiciclo pelas 10:00 (11:00 no Luxemburgo), depois de a banda da GNR executar o Hino Nacional, nos Passos Perdidos, e dá a palavra aos representantes dos grupos parlamentares.

O primeiro a intervir é o deputado único do PAN (Pessoas-Animais-Natureza), André Silva, e a seguir será a deputada do PEV Heloísa Apolónia. Depois é a vez da deputada Diana Ferreira, do PCP, Filipe Anacoreta Correia, do CDS-PP, Jorge Falcato, do BE, Carlos César, do PS, e Pedro Roque, do PSD.

Foto: REUTERS

A sessão encerra com as intervenções de Ferro Rodrigues e Marcelo Rebelo de Sousa, que faz, este ano, o seu quarto discurso como Presidente da República, perante os deputados.

O primeiro-ministro, António Costa, e os restantes membros do Governo assistem à sessão, mas não têm intervenções previstas.

À tarde, a partir das 16:00, a Assembleia da República abre as suas portas, podendo os visitantes conhecer os corredores e o interior do palácio, com visitas livres e atividades culturais.

Em Lisboa, à tarde, organizado pela Associação 25 de Abril, realiza-se o tradicional desfile popular na capital, a partir do Marquês de Pombal até ao Rossio.

Também à tarde, a residência oficial do primeiro-ministro volta a estar aberta ao público no feriado de 25 de Abril, com um programa que inclui um concerto de António Zambujo e leitura de poemas de Sophia de Mello Breyner.

Tal como em anos anteriores, durante a tarde António Costa passeará pelos jardins de São Bento e acompanhará as atividades culturais a partir do início da tarde, fazendo uma breve intervenção pelas 17:50.

Ao final da tarde, pelas 19:45, o primeiro-ministro inaugura um memorial em homenagem aos presos políticos, no Forte de Peniche, cerimónia que contará também com a presença do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa.

Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.