Escolha as suas informações

Katia Aveiro internada no Funchal com covid-19
Portugal 27.07.2021
Pandemia

Katia Aveiro internada no Funchal com covid-19

Pandemia

Katia Aveiro internada no Funchal com covid-19

Foto: Instagram
Portugal 27.07.2021
Pandemia

Katia Aveiro internada no Funchal com covid-19

A irmã de Cristiano Ronaldo desenvolveu uma pneumonia causada pelo vírus cuja existência questionou quando o futebolista esteve infetado em outubro de 2020.

Katia Aveiro está internada no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, depois de desenvolver uma pneumonia causada pela covid-19. A irmã do astro do futebol revelou a sua condição de saúde através das redes sociais. 

"Último tipo de publicação que gostaria de fazer, tentei não fazê-lo nos últimos dias, mas como as notícias correm rápido, e por respeito a quem me segue e tem carinho por mim, e pelos meus, vou partilhar com vocês a verdade. Fui apanhada pelo maldito. Desde o dia 17 de julho que estou positiva e estive em isolamento em casa e super bem, poucos sintomas mas mantendo o protocolo como mandam as regras. Todos em casa pegámos [apanhámos], menos a minha mãe [Dolores Aveiro] (graças a Deus)", descreveu Katia Aveiro no Instagram.

"Infelizmente desde sexta passada, dia 23 tive uma piora [...]. Apanhei pneumonia fruto do maldito vírus, resumindo, veio o internamento e cá estou [...]", explicou mostrando uma fotografia no hospital.

"Estou a reagir bem, tenho melhoras visíveis a cada dia que passa e o melhor de tudo estou a perder peso que já tinha ganho com estas férias turvas. Nem tudo pode ser mau. E a minha família está sempre cá para mim. De resto, darei sinal por aqui e só por mim na primeira pessoa", informou a empresária.

Em outubro de 2020, Katia Aveiro tinha insurgido-se quando saíram as notícias de que Cristiano Ronaldo estava infetado. "Se tem que ser Cristiano Ronaldo a fazer acordar o mundo, tenho que dizer que este português é mesmo um predestinado, um enviado de Deus. Obrigado! Acredito que hoje uns bons milhares vão passar a acreditar tanto nesta pandemia, nos testes, nas medidas tomadas, como eu... Maior fraude que assisti desde que nasci", escreveu então no Instagram.

Acabaria por pedir desculpa mais tarde e afirmar que o "vírus não é uma treta, existe sim, mas existem tantas doenças também que temos que respeitar de igual modo". A empresária alegou que o que queria dizer é que não concordava que parasse o mundo. "Tem gente que deixou de trabalhar, com doenças psicológicas, desesperada para se matar. É isso que também tem de ser respeitado. Todos têm as suas dores", concluiu.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas