Escolha as suas informações

Número de mortos em Portugal sobe para 266 e há mais de 10 mil infetados
Portugal 04.04.2020

Número de mortos em Portugal sobe para 266 e há mais de 10 mil infetados

Número de mortos em Portugal sobe para 266 e há mais de 10 mil infetados

Foto: AFP
Portugal 04.04.2020

Número de mortos em Portugal sobe para 266 e há mais de 10 mil infetados

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Ao contrário do que foi noticiado ontem, DGS corrige morte no Alentejo. O óbito que ontem foi registado na ARS Alentejo veio a confirmar-se covid negativo.

Nas últimas 24 horas foram registados mais 20 mortos por covid-19, em Portugal.

 O número total de vítima da infeção subiu hoje para 266 - uma taxa de letalidade de 2,5%, adiantou a ministra da Saúde, Marta Temido em conferência de imprensa. Um acréscimo que foi acompanhado de um aumento significativo do número de infetados, que se situa agora nos 10524 (mais 638).

Há 5518 a aguardar análise laboratorial e  22858 em contactos em vigilância pelas autoridades de saúde. 

A grande maioria dos infetados estão a ser tratados em casa, 1075 estão internados, entre os quais 251 nos cuidados intensivos.


No boletim de hoje da Direção-Geral da Saúde (DGS) regista-se também uma subida no número de casos recuperados, que são já 75 (mais sete que os confirmados ontem). 

Quanto à distribuição geográfica dos casos, a DGS corrige a informação dada ontem de que teria sido registado o primeiro óbito por covid-19 na região do Alentejo, que tem 63 pessoas infetadas.

"O óbito que ontem foi registado na ARS Alentejo veio a confirmar-se covid negativo", refere o comunicado do organismo.

A zona Norte continua a ser a mais afetada pela infeção com 141 mortos e  6280 infetados. O Centro tem 66 óbitos confirmados e  1372 casos positivos de covid-19 e Lisboa e Vale do Tejo 54 vítimas mortais e 2513 infetados. No Algarve o número de mortos também subiu. São cinco as vítimas registadas na região mais a sul do país, que contabiliza 182 casos.

Ainda de acordo com o relatório de hoje das autoridades de saúde portuguesas, verifica-se a duplicação do número de óbitos na faixa etário entre os 40 e os 49 anos, que passou de dois para quatro, entre ontem e hoje. 

Este grupo etário é o que representa as mortes mais jovens por covid-19, em Portugal, e o único em que o número vítimas do sexo feminino é superior ao do sexo masculino. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas