Escolha as suas informações

Novo teste de Marcelo Rebelo de Sousa dá negativo
Portugal 12.01.2021

Novo teste de Marcelo Rebelo de Sousa dá negativo

Novo teste de Marcelo Rebelo de Sousa dá negativo

Foto: LUSA
Portugal 12.01.2021

Novo teste de Marcelo Rebelo de Sousa dá negativo

Lusa
Lusa
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, testou negativo ao novo coronavírus, depois de um teste positivo, e aguarda a realização de um teste confirmativo, mantendo-se em isolamento.

"O resultado do teste realizado esta noite pelo Instituto Ricardo Jorge foi negativo. O Presidente da República mantém-se em isolamento e aguarda a realização de um teste confirmativo", lê-se numa nota divulgada no portal da Presidência da República na Internet.

De acordo com a mesma nota, "enquanto aguarda pelo resultado, bem como pelas subsequentes orientações das autoridades de saúde, o Presidente da República assistirá, por videoconferência, à reunião desta manhã no Infarmed" sobre a situação epidemiológica da covid-19 em Portugal.


Marcelo Rebelo de Sousa testa positivo à covid-19
O Presidente da República português testou positivo para o novo coronavírus.

Na segunda-feira, cerca das 22:00, a Presidência da República comunicou que o chefe de Estado tinha tido um teste positivo de diagnóstico ao novo coronavírus, mas estava assintomático, e cancelou toda a sua agenda para os próximos dias.

Duas horas depois, foi divulgado que Marcelo Rebelo de Sousa já tinha respondido ao inquérito epidemiológico e realizado novo teste de diagnóstico, realizado pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), cujo resultado deveria ser conhecido dentro de algumas horas.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Covid-19. Marcelo faz teste para a doença nesta segunda-feira
A decisão foi tomada depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter estado na terça-feira, no Palácio de Belém, em Lisboa, com uma turma de uma escola de Felgueiras (Porto), que foi encerrada devido ao internamento de um aluno, adiantou a Presidência, numa nota publicada no 'site' oficial.