Escolha as suas informações

Na ajuda a Portugal, França lembra apoio que recebeu do Luxemburgo
Portugal 2 min. 16.02.2021

Na ajuda a Portugal, França lembra apoio que recebeu do Luxemburgo

Na ajuda a Portugal, França lembra apoio que recebeu do Luxemburgo

Foto: AFP
Portugal 2 min. 16.02.2021

Na ajuda a Portugal, França lembra apoio que recebeu do Luxemburgo

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
O grupo de profissionais de saúde, que fica duas semanas, é constituído por três enfermeiras e uma médica do serviço de saúde dos bombeiros franceses.

No mesmo fim de semana em que chegou a Portugal a primeira equipa do Luxemburgo chegou também uma equipa francesa para reforçar os recursos do Hospital Garcia de Orta, em Almada. O grupo de profissionais de saúde, que fica duas semanas, é constituído por três enfermeiras e uma médica do serviço de saúde dos bombeiros franceses. A equipa “tem experiência em situações de e Emergência e Reanimação”, como referiu Sandra Fleury, enfermeira lusodescendente, citada pela Lusa, acrescentando que as profissionais de saúde vieram “de várias regiões de França” e que já têm participado em diversas missões sanitárias, tanto a nível internacional como local, e desde desastres naturais à mais recente pandemia de covid-19. 

“É com grande satisfação que apresentamos a nossa ajuda e o nosso contributo à equipa do Dr. Antero Vale Fernandes [do Garcia de Orta], nesta crise de saúde, que também vivemos em França. Esperamos poder aliviá-lo na sua carga de trabalho, em colaboração com as suas equipas”, disse a enfermeira lusodescendente na receção oficial à equipa, na segunda-feira, onde marcaram presença o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, e a embaixadora de França em Portugal. 


A médica luxemburguesa, Modesta Dargeviciute (D) e a enfermeira luso-descendente, Filomena Silva Costa (E), elementos da primeira equipa de profissionais de saúde luxemburgueses que vai apoiar o serviço de medicina intensiva do Hospital do Espírito Santo de Évora, no final da sessão de receção nesta unidade de saúde, em Évora.
Ajuda do Luxemburgo a Portugal. Uma ponte de solidariedade contra a covid-19
Primeira equipa médica já está a trabalhar no Hospital de Évora e no domingo está previsto chegar uma segunda para reforçar o apoio.

A propósito da ajuda francesa, Florence Mangin lembrou que em fases anteriores da pandemia foi o seu país a precisar de apoio, tendo contado com o auxílio do Luxemburgo, que recebeu, nos seus hospitais, doentes das regiões francesas mais afetadas. “A França também foi objeto de ajuda europeia no ano passado. Hoje a nossa cooperação tem como objetivo aliviar a pressão sobre os médicos portugueses”, sublinhou, acrescentando estar “muito feliz com esta cooperação” entre os dois países. 

Além das equipas francesa e luxemburguesa, está no terreno desde dia 3 de fevereiro, uma equipa médica militar alemã, formada por 26 profissionais de saúde. O dispositivo germânico, o primeiro contingente estrangeiro a chegar, vai permanecer em Portugal por mais seis semanas, anunciou a ministra da Defesa da Alemanha, no final da semana passada. No Twitter, Annegret Kramp-Karrenbauer revelou que a decisão foi tomada com os ministros portugueses da Defesa, João Gomes Cravinho, e da Saúde, Marta Temido e que a ajuda da equipa alemã tem sido “muito apreciada”.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas