Escolha as suas informações

Breves Portugal 13.08.2019

Motoristas. Conselho de Ministros decretou requisição civil

O Governo português decretou hoje a requisição civil dos motoristas em greve, alegando incumprimento dos serviços mínimos, anunciou o secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, após reunião do executivo por via eletrónica.

De acordo com Tiago Antunes, o Governo constatou hoje, particularmente no turno da tarde, que os sindicatos que convocaram a greve dos motoristas de mercadorias e de matérias perigosas "não asseguraram os serviços mínimos" fixados pelo executivo.

"O Governo não teve alternativa senão a de reconhecer a necessidade de proceder à requisição civil dos motoristas em situação de greve com vista a assegurar o cumprimento dos serviços mínimos", declarou, acrescentando que a medida será "gradual" e aplicada às áreas "em que se constata o incumprimento".

Lusa

Jovem português morre em acidente de viação

Um jovem de 21 anos e de origem portuguesa morreu num acidente de viação: uma colisão entre um automóvel e uma moto.

O acidente ocorreu no passado dia 12 de setembro, junto à fronteira da França com o Luxemburgo, perto de Belvaux.

O motociclista, que residia no sul do país, ficou gravemente ferido. Mas a polícia comunicou esta quarta-feira que o jovem faleceu ontem à noite no hospital, devido à gravidade dos ferimentos.

Breves Portugal 16.09.2019

PSD e PCP defendem política florestal comum na UE para evitar fogos

Num debate sobre a situação das florestas na UE, que decorreu no primeiro dia da sessão de ‘rentrée’ do Parlamento Europeu, na cidade francesa de Estrasburgo, o eurodeputado do PSD Álvaro Amaro defendeu que, “apesar das dificuldades na gestão da floresta, por ser tão diferente nos diversos países,”, deve ser criada uma “estratégia florestal comum”.

Dando como exemplo o setor da agricultura e a Política Agrícola Comum (PAC), Álvaro Amaro argumentou que uma estratégia semelhante deve ser criada para as florestas.

“Dizemos que sim à preservação ambiental e ao equilíbrio ecológico, a um maior envolvimento dos municípios e das regiões, a uma gestão sustentável da biomassa” e ainda a “um desenvolvimento mais equilibrado” para assim ter “mais gente nos territórios”, elencou Álvaro Amaro.

Assinalando que, “como se diz em Portugal, que ‘os fogos florestais não se combatem, evitam-se’”, o eurodeputado do PSD sugeriu, também, um reforço do fundo de solidariedade “para apoiar a prevenção na floresta”.

Breves Luxemburgo 16.09.2019

Perturbações no tráfego ferroviário luxemburguês

A circulação de comboios só regressa quarta-feira, à normalidade, em duas linhas do norte, concretamente entre Ettelbruck e Troisvierges e entre Kautenbach e Wiltz.

A paralisação resulta da ameaça de aluimento de terras, perto do túnel de Burden.

Para informações mais atualizadas, neste início de semana, a empresa de Caminhos de Ferro do Luxemburgo (CFL) aconselha os utentes a contactá-la, pelo site www.cfl.lu ou através do telefone 2489 2489.

O Grão-Duque Henri e o primeiro-ministro, Xavier Bettel, também participam na cerimónia.
Breves Luxemburgo 16.09.2019

Placa comemorativa homenageia soldados luxemburgueses mortos

É descerrada hoje uma placa comemorativa, no quartel de Diekirch, em memória dos soldados luxemburgueses mortos em serviço.

Recorde-se que dois suboficiais da brigada de minas e armadilhas do Exército luxemburguês morreram e outros dois ficaram feridos no paiol de Waldhof no dia 14 de fevereiro deste ano, na sequência do rebentamento de uma granada da II Guerra Mundial, de 48 quilos.

Os quatro militares manuseavam o engenho que iria ser transportado nos dias seguintes para a Bélgica, para ser "neutralizado".

Assistem à cerimónia de hoje em Diekirch, o grão-duque Henri, o primeiro ministro, Xavier Bettel, o presidente do parlamento, Fernand Etgen, o ministro da Defesa, François Bausch, e o chefe do Estado Maior das Forças Armadas, Alain Dushène.

Avelino Gomes