Escolha as suas informações

Marcelo condecora emigrante criador de gado na Califórnia
Portugal 2 min. 26.09.2022
Visita oficial

Marcelo condecora emigrante criador de gado na Califórnia

Visita oficial

Marcelo condecora emigrante criador de gado na Califórnia

Foto ilustrativa: Harry Dona/Unsplash
Portugal 2 min. 26.09.2022
Visita oficial

Marcelo condecora emigrante criador de gado na Califórnia

Lusa
Lusa
João Borges Pires, que emigrou dos Açores na década de 1970, simboliza os muitos portugueses e lusodescendentes que desde o século XIX se dedicaram à criação de gado e à produção de leite no Vale de São Joaquim.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou no domingo um emigrante português criador de gado e produtor de leite no Vale de São Joaquim, na Califórnia, região agrícola que nenhum dos seus antecessores tinha visitado.

João Borges Pires, que emigrou dos Açores na década de 1970, simboliza os muitos portugueses e lusodescendentes que desde o século XIX se dedicaram à criação de gado e à produção de leite no Vale de São Joaquim, que faz parte do Vale Central da Califórnia.

Durante um encontro no salão português de Gustine, condado de Merced, o chefe de Estado atribuiu a João Pires a comenda da Ordem do Mérito, em reconhecimento do "mérito desta comunidade" residente no Vale – que se estima que seja o lugar onde os luso-americanos têm maior peso populacionalmente na Califórnia.

João Pires tem mais de 10.000 cabeças de gado

Marcelo Rebelo de Sousa disse que "havia muitas pessoas que mereciam ser condecoradas" nesta região, mas que "quis encontrar alguém que é muito humilde, fala pouco, faz muito mas fala pouco, está sempre presente".

"Ele é um grande empresário, produtor aqui, mas sobretudo tem ajudado muito, muito as associações aqui", elogiou.


Marcelo visita comunidades luso-americanas na Califórnia
Trata-se do estado com maior diáspora de origem portuguesa e onde há vontade de reforçar a ligação a Portugal.

João Pires, hoje com mais de dez mil cabeças de gado, aceitou a condecoração emocionado e fez uma série de agradecimentos, com voz embargada e de lágrimas nos olhos, à sua família, às pessoas da comunidade que enfeitaram o salão português para este dia, à chefe da cozinha, Maria Alice, que "preparou um beberete em condições".

Marcelo destaca "importância dos portugueses" nos EUA

Aos presentes no salão de Gustine, o chefe de Estado contou que se cruzou recentemente com o Presidente norte-americano, Joe Biden, em Londres e aproveitou para lhe falar sobre "a importância de Portugal e dos portugueses" nos Estados Unidos, assim como tinha feito com o seu antecessor, Donald Trump.

No fim da sua intervenção, Marcelo Rebelo de Sousa brindou a Portugal com leite produzido no Vale de São Joaquim e exclamou: "Vivam os Estados Unidos da América. Viva Portugal. Vivam os portugueses que contribuem aqui todos os dias para o futuro destas duas grandes pátrias".

São desta região os atuais dois congressistas federais lusodescendentes eleitos pela Califórnia: Jim Costa, do Partido Democrata, e David Valadão, do Partido Republicano.

O Presidente da República iniciou no sábado uma visita de cinco dias às comunidades emigrantes na Califórnia, que é o estado norte-americano com mais cidadãos de origem portuguesa, acima de 300 mil, segundo dados dos censos oficiais dos Estados Unidos da América.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

"Os Estados Unidos são um grande país, mas Portugal ainda é maior", afirmou o Presidente da República no âmbito das comemorações do 10 de junho que prosseguem em Boston.
Marcelo foi recebido em Wiltz como uma estrela "pop”, com o discurso interrompido com palmas e gritos de “Marcelo! Marcelo!", num ambiente de verdadeira euforia. David Carreira tinha atuado antes do encontro com a comunidade portuguesa no Luxemburgo, mas o Presidente da República rivalizou em popularidade com o cantor. Um momento que Marcelo aproveitou para repetir o apelo ao recenseamento dos portugueses no Luxemburgo, no que tem sido o seu mantra nesta visita de Estado.