Escolha as suas informações

Marcelo concorda com família de Zeca Afonso sobre transladação para o Panteão

Marcelo concorda com família de Zeca Afonso sobre transladação para o Panteão

Foto: Lex Kleren
Portugal 29.08.2018

Marcelo concorda com família de Zeca Afonso sobre transladação para o Panteão

Presidente da República elogia a "categoria moral" da reação que os familiares tiveram à proposta apresentada pela Sociedade Portuguesa de Autores.

Marcelo Rebelo de Sousa está de acordo com a resposta que a família de Zeca Afonso deu a propósito da proposta que a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) fez sobre a transladação dos restos mortais do compositor e cantor de intervenção para o Panteão: "Não posso deixar de reconhecer a categoria moral da resposta dada pela família de Zeca Afonso", referiu, falando aos jornalistas num curto período de férias em Castanheira de Pera, no distrito de Leiria.

Em comunicado divulgado na semana passada, os familiares de Zeca Afonso rejeitaram a proposta da SPA, lembrando que o próprio recusara "em vida as condecorações oficiais" propostas, tendo sido "enterrado em campa rasa e sem cerimónias oficiais, em total coerência com a sua vida e pensamento". Apesar disso, a SPA manteve a proposta.

O Presidente da República foi mais longe na concordância com os familiares: "Ele na vida foi como foi. Depois de ter morrido, nós achamos que devemos ter um comportamento equivalente àquele que ele teria se fosse vivo e isso faz muito sentido", afirmou.

Quanto a questões relativas ao Panteão Nacional, o chefe de Estado recuperou a sua posição, manifestada há cerca de um ano, no sentido de que "o parlamento tem de definir uma posição". Caso se mantenha a atual, "há um critério; se quer mudar de critério muda, mas o que venha a ser adotado deve ser estável, porque depois começa a haver situações melindrosas", concluiu.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas