Escolha as suas informações

Mafioso italiano caçado em hospital de Lisboa com covid-19
Portugal 30.03.2021

Mafioso italiano caçado em hospital de Lisboa com covid-19

Mafioso italiano caçado em hospital de Lisboa com covid-19

Foto: DR
Portugal 30.03.2021

Mafioso italiano caçado em hospital de Lisboa com covid-19

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, na segunda-feira, Francesco Pelle, chefe da máfia calabresa, no Hospital de São José, em Lisboa, onde estava internado devido à covid-19.

Segundo a imprensa italiana, este homem de 44 anos, um dos líderes da Ndrangheta, uma das organizações criminosas mais importantes de Itália, estava em fuga desde 2007, altura em que foi condenado a prisão perpétua, e, alegadamente, vivia em Portugal desde 2019.

Francesco Pelle, conhecido por 'Ciccio Paquistanês', seria um dos dirigentes da máfia da região da Calábria e estaria envolvido na entrada de cocaína na Europa. Ainda segundo a imprensa italiana, é um dos oito fugitivos mais perigosos de Itália.

A captura foi realizada pela Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária em colaboração com a Interpol, no Hospital de São José, em Lisboa, onde o mafioso recuperava da infeção pelo novo coronavírus.

As autoridades italianas procuravam o criminoso desde 2007. Francesco desloca-se de cadeira de rodas devido a um atentado e foi condenado a prisão perpétua por vários crimes de homicídio. Em causa estão dois ataques a máfias rivais, um dos quais resultou na morte de Maria Strangio, mulher de Gianluca Nirta, cabecilha da família Strangio-Nirta e principal rival de Pelle.

Já o outro caso está relacionado com um ajuste de contas, também entre grupos rivais, que causou seis mortes à frente de uma pizzaria em Duisburg, na Alemanha. Esta não é a primeira vez que Francesco Pelle é detido num hospital. Em setembro de 2008, foi preso quando se encontrava internado numa unidade hospitalar italiana, com identidade falsa. Contudo, pouco depois conseguiu escapar.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.