Escolha as suas informações

Legislativas. Mais de 100 toneladas de material sanitário distribuídas para a votação de domingo
Portugal 2 min. 26.01.2022
Eleições

Legislativas. Mais de 100 toneladas de material sanitário distribuídas para a votação de domingo

Imagens do voto antecipado em mobilidade, no dia 23 de janeiro.
Eleições

Legislativas. Mais de 100 toneladas de material sanitário distribuídas para a votação de domingo

Imagens do voto antecipado em mobilidade, no dia 23 de janeiro.
Foto: AFP
Portugal 2 min. 26.01.2022
Eleições

Legislativas. Mais de 100 toneladas de material sanitário distribuídas para a votação de domingo

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
As eleições para a Assembleia da República, do próximo dia 30, ficam marcadas pela possibilidade de, pela primeira vez em pandemia, as pessoas em isolamento por causa da covid-19 poderem sair para votar.

A Administração Eleitoral distribuiu mais de 100 toneladas de material sanitário pelas 308 Câmaras Municipais para a votação nas eleições legislativas, que decorre no próximo domingo, 30 de janeiro. O objetivo é tornar o processo mais seguro, dado que, pela primeira vez em pandemia, as pessoas em confinamento obrigatório por causa da covid-19 vão poder sair de casa para irem votar.


Legislativas. Eleitores em isolamento devido à covid-19 poderão sair para ir votar no dia 30
Governo recomenda que quem estiver na situação de confinamento obrigatório vote entre as 18h e as 19h.

Entre o material distribuído estão máscaras FP2 e cirúrgicas (25 por cada secção de voto), álcool gel (6 embalagens por cada seção de voto), batas, luvas e viseiras, detalha o Ministério da Administração Interna (MAI) em comunicado.

Para evitar ajuntamentos e eventuais cruzamentos das pessoas em isolamento - casos positivos e pessoas em isolamento profilático por contacto de risco - com as restantes, foi também reduzido o número de eleitores inscritos por cada secção de voto para 750.

No próximo domingo haverá 13.821 secções de voto abertas nos 308 municípios do continente e regiões autónomas dos Açores e da Madeira, mobilizando cerca de 70.000 membros de mesa.


Imagem de arquivo
Voto de confinados por covid-19. Portugal segue solução catalã
No dia 30 de janeiro, os cidadãos portugueses em confinamento poderão sair de casa exclusivamente para votar, com recomendação para o fazerem num horário específico. Medida é nova em Portugal, mas já foi aplicada no país vizinho.

Além das medidas tomadas pelas entidades públicas, o Governo reforça o apelo para o cumprimento por parte de cada um dos cidadãos das "normas de segurança sanitária durante o exercício de voto", como usar máscara, utilizar caneta própria, manter o distanciamento social e higienizar as mãos, de forma a contribuir para a segurança da votação.

Apesar de não haver uma limitação horária, nem zonas específicas dirigidas às pessoas em isolamento, estes eleitores são aconselhados pelo Governo e pela Direção-Geral da Saúde (DGS) a votarem entre as 18h e as 19h do próximo domingo.

"No dia da eleição, durante o horário de votação próprio para as pessoas em confinamento obrigatório, preferencialmente entre as 18h e as 19h, os membros das mesas de voto, caso assim o entendam, poderão utilizar uma bata com abertura atrás, de uso único e impermeável, manga comprida, punhos bem ajustados e que cubra toda a roupa. A bata será eliminada após o fecho das urnas, colocando-a em recipiente de lixo comum", aconselha a DGS no seu parecer técnico.


Portugueses em isolamento no Luxemburgo não vão poder sair para votar
Ao contrário do que vai acontecer em Portugal, os emigrantes que estejam isolados no Luxemburgo não vão poder votar presencialmente no consulado nos dias 29 e 30.

 Já em relação aos eleitores em confinamento que saírem para votar, o organismo recomenta, além das mesmas regras sanitárias para os outros eleitores, o uso permanente de máscara facial cirúrgica ou máscara FFP2 e o recurso ao transporte individual ou deslocação a pé até ao local de voto, evitando-se a utilização de transportes públicos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

No passado domingo, 23 de janeiro, votaram para as eleições legislativas portuguesas 285.848 dos 315.785 eleitores inscritos para o voto antecipado em mobilidade. Évora, Bragança e Castelo Branco foram os distritos com maior taxa de participação.
Voto antecipado em mobilidade - Legislativas Portugal 2022