Escolha as suas informações

Legislativas. Apenas 20 pessoas inscritas no Luxemburgo para voto presencial
Portugal 2 min. 12.01.2022
Eleições

Legislativas. Apenas 20 pessoas inscritas no Luxemburgo para voto presencial

Eleições

Legislativas. Apenas 20 pessoas inscritas no Luxemburgo para voto presencial

Foto: Pixabay
Portugal 2 min. 12.01.2022
Eleições

Legislativas. Apenas 20 pessoas inscritas no Luxemburgo para voto presencial

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Quem não escolheu a opção de voto presencial poderá votar através de voto postal.

O posto consular do Luxemburgo tem apenas 20 emigrantes inscritos para votação presencial nas próximas eleições legislativas, de acordo com a última atualização feita pela Comissão Organizadora do Recenseamento Eleitoral dos Portugueses no Estrangeiro (COREPE), feita a 7 de janeiro.


Eleições de janeiro contam com quase mais 30 mil eleitores da Europa
São os aumentos de eleitores na Europa e Fora da Europa que compensam maioritariamente os decréscimos na maioria dos círculos eleitorais e permitem o aumento de quase 10 mil pessoas com capacidade para votar nas eleições legislativas portuguesas de 30 de janeiro de 2022.

Recorde-se que para estas eleições, quem não se tiver inscrito junto dos consulados para exercer o seu direito de voto de forma presencial pode fazê-lo através do voto por via postal. Esta é de resto a opção automaticamente definida para quem não expresse até à data de marcação do ato eleitoral a vontade de votar presencialmente no consulado. Os cidadãos que não tenham feito essa opção dentro desse prazo votam por via postal, desde que se tenham inscritos nos cadernos eleitorais, 60 dias antes da realização das eleições.

Quem optou por votar de forma presencial deverá dirigir-se à respetiva assembleia de voto, nos postos e secções consulares, ou delegações externas de ministérios e instituições públicas portuguesas, no dia 29 de janeiro, entre as 8h e as 19h locais, ou no dia 30 de janeiro, entre as 8h e a hora limite do exercício do direito de voto em território português (ou seja às 19h de Lisboa), refere a informação da Comissão Nacional de Eleições.


Voto postal continuará a ter porte pago nas próximas legislativas e será indicado em inglês e francês
Com a marcação de eleições legislativas antecipadas, os organismos que representam as comunidades querem ver evitados alguns dos constrangimentos verificados nas legislativas de 2019. A Secretária de Estado, Berta Nunes, explica ao Contacto o que está a ser preparado.

Ao todo, estão inscritos 2.874 portugueses recenseados no estrangeiro para votar presencialmente. Na Europa, o posto consular com mais inscrições é o de Bruxelas, com 69 inscritos. No resto do mundo, o posto consular de Belém (Pará), que abrange vários estados brasileiros, é o que concentra maior número de inscritos:  191 por Belém, 647 por Manaus e 458 por São Luís do Maranhão.

Voto antecipado apenas para quem está deslocado no estrangeiro

Os eleitores recenseados em território português mas que estão deslocados no estrangeiro podem votar antecipadamente nas embaixadas ou consulados definidos pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), nos dias 18, 19 e 20 de janeiro.

São considerados para este efeito, portugueses deslocados no estrangeiro em exercício de funções públicas ou privadas, em representação oficial de seleção nacional - organizada por federação desportiva dotada de estatuto de utilidade pública desportiva -, estudantes, investigadores, docentes e bolseiros de investigação ou doentes em tratamento no estrangeiro. 

A lei permite o voto antecipado nestas condições para os portugueses recenseados em território nacional que vivam com os eleitores mencionados nas situações anteriores ou que os acompanhem.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas