Escolha as suas informações

Líderes dos partidos em último debate televisivo antes das legislativas
Portugal 2 min. 17.01.2022
Eleições

Líderes dos partidos em último debate televisivo antes das legislativas

Eleições

Líderes dos partidos em último debate televisivo antes das legislativas

Foto: AFP
Portugal 2 min. 17.01.2022
Eleições

Líderes dos partidos em último debate televisivo antes das legislativas

Lusa
Lusa
O único debate televisivo que reunirá os líderes dos partidos que elegeram deputados em 2019 será transmitido às 21h na RTP, 22h no Luxemburgo.

Os líderes dos partidos com assento parlamentar têm esta segunda-feira encontro marcado em Lisboa para o último debate televisivo na campanha eleitoral, na RTP, mantendo agenda na rua mas limitada.

Depois de ter estado na ilha de São Miguel, o secretário-geral do PS e primeiro-ministro, António Costa, está de regresso a Lisboa, onde participa de manhã num encontro promovido pelas Mulheres Socialistas - Igualdade de Direitos, sob o mote "Continuar a Avançar em Igualdade".


Eleitores no estrangeiro podem acompanhar boletim de voto postal através da internet
As eleições legislativas antecipadas acontecem já no dia 30 de janeiro em Portugal. Eleitores no estrangeiro já começaram a receber o boletim de voto.

O presidente do PSD, Rui Rio, também reservou a agenda desta segunda para a capital e tem prevista uma única iniciativa - uma ação de contacto com a população e comércio local na Avenida da Igreja, na freguesia de Alvalade, Lisboa.

Antes de partir para o debate - o único debate televisivo que reunirá os líderes dos partidos que elegeram em 2019 - que será transmitido às 21h na RTP 1 e RTP 3 (22h no Luxemburgo), a coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, começa a manhã com uma visita à feira do Fundão, sendo essa a sua única iniciativa de campanha.

No caso da CDU, é o líder parlamentar João Oliveira vai assumir o comando no debate televisivo, em substituição do secretário-geral do PCP Jerónimo de Sousa enquanto este recupera da cirurgia à carótida interna esquerda. Na rua, seguirá João Ferreira em campanha, com um encontro com Associação dos Deficientes das Forças Armadas, em Lisboa, e uma sessão com reformados, em Coruche, para falar sobre "Envelhecer com dignidade".

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, vai estar por terras alentejanas e tem previsto um pequeno-almoço em Portugal, seguindo depois para um almoço em Évora.

No segundo de 13 dias de campanha oficial, o presidente do Chega, André Ventura, faz campanha na Sertã, com uma arruada à tarde, enquanto o líder da Iniciativa Liberal, João Cotrim de Figueiredo, tem marcado um almoço em Lisboa com a Comissão de Honra do partido.


Legislativas. Apenas 20 pessoas inscritas no Luxemburgo para voto presencial
Quem não escolheu a opção de voto presencial poderá votar através de voto postal.

A porta-voz do PAN, Inês de Sousa Real, não tem ações de campanha previstas para esta segunda-feira para se preparar para o debate da noite. Rui Tavares, cabeça de lista do Livre pelo círculo eleitoral de Lisboa, vai apenas participar no Fórum TSF, durante a manhã.

Esta é a 17.ª vez que os portugueses são chamados a votar em legislativas em democracia, contando com as eleições para a Assembleia Constituinte, em 1975.

Além de PS, PSD, BE, CDU (PCP/PEV), CDS-PP, PAN, Chega, Iniciativa Liberal e Livre - partidos que conseguiram representação parlamentar nas legislativas de outubro de 2019 -, concorrem às eleições de 30 de janeiro outras 12 forças políticas, num total de 21.

Os outros partidos concorrentes são: Aliança, Ergue-te (ex-PNR), Alternativa Democrática Nacional (ex-PDR), PCTP-MRPP, PTP, RIR, MPT, Nós, Cidadãos!, MAS, JPP, PPM e Volt Portugal, que se estreia em legislativas.

Mais de 10 milhões de eleitores residentes em Portugal e no estrangeiro constam dos cadernos eleitorais para a escolha dos 230 deputados à Assembleia da República.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.