Escolha as suas informações

Já arderam cerca de 10 mil hectares na Serra da Estrela
Portugal 4 11.08.2022
Incêndios Portugal

Já arderam cerca de 10 mil hectares na Serra da Estrela

Incêndio na aldeia de Sameiro, na encosta Norte da Serra da Estrela.
Incêndios Portugal

Já arderam cerca de 10 mil hectares na Serra da Estrela

Incêndio na aldeia de Sameiro, na encosta Norte da Serra da Estrela.
LUSA
Portugal 4 11.08.2022
Incêndios Portugal

Já arderam cerca de 10 mil hectares na Serra da Estrela

Lusa
Lusa
O fogo ainda não foi contido.

Cerca de 10.000 hectares arderam na Serra da Estrela, onde desde sábado lavra o incêndio que começou em Garrocho, Covilhã, segundo o sistema de vigilância europeu Copernicus.

De acordo com a informação disponível no Copernicus, até quarta-feira tinham ardido 9.532 hectares na região da Serra da Estrela.

Segundo a informação provisória recolhida até hoje e disponível no ‘site’ do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), já arderam este ano 74.304 hectares em espaços rurais, sendo que metade são povoamentos florestais, 41% representa área ardida de mato e 9% área agrícola. No total, segundo a mesma fonte, este ano já foram registadas 8.184 ocorrências.

De acordo com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), pelo menos um avião Canadair está entre os oito meios aéreos mobilizados ao início da manhã de quinta-feira para apoiar os 1.535 bombeiros no combate ao fogo, que contam igualmente com 473 viaturas.

O fogo, que começou na Covilhã e se estendeu a Manteigas, passou para os concelhos da Guarda e Gouveia (distrito da Guarda). Durante a tarde de quarta-feira, o incêndio obrigou à evacuação de um parque de campismo no concelho de Manteigas, numa atitude que o comandante operacional de Lisboa e Vale do Tejo considerou de proatividade do município, “garantindo a segurança das pessoas”.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Segundo estes dados provisórios, que incluem informação recolhida até hoje e foram obtidos com base no Sistema de Gestão de Informação de Incêndios Florestais (SGIF), arderam 23.913 hectares de espaços rurais, num total de 6.491 ocorrências, durante os primeiros sete meses do ano.