Escolha as suas informações

Incêndio em Valongo. Já se sabe causa da queda do helicóptero que matou piloto
Portugal 12.09.2019

Incêndio em Valongo. Já se sabe causa da queda do helicóptero que matou piloto

Incêndio em Valongo. Já se sabe causa da queda do helicóptero que matou piloto

Portugal 12.09.2019

Incêndio em Valongo. Já se sabe causa da queda do helicóptero que matou piloto

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
O acidente que aconteceu no Sobrado, concelho de Valongo, a cinco de de setembro, foi causado por uma colisão com linhas elétricas.

O incidente causou a morte do piloto Noel Ferreira, que pertencia à esquadra dos helicópteros militares EH-101.

A conclusão consta de uma nota informativa do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), a que a agência Lusa teve acesso, esta quinta-feira.

O Eurocopter descolou às 15:10 de uma base privada de Valongo com uma equipa de cinco bombeiros e o equipamento de combate a incêndios composto por cesto e balde. Após largar a equipa de intervenção no solo, e de ter sido posicionado o balde, o piloto voou para um ponto de água próximo para o primeiro abastecimento e descarga no incêndio.

A nota informativa refere que, "repetido o ciclo, na segunda aproximação ao local do incêndio e em coordenação com um outro meio aéreo" que operava no local, "o piloto, conhecedor da existência e localização das linhas aéreas de transporte de energia existentes no local, define a trajetória para a segunda largada".

"Após transpor uma primeira linha de muito alta tensão, devidamente sinalizada e composta por 14 condutores, o balde suspenso da aeronave colidiu nos cabos da segunda linha, esta posicionada a uma cota inferior e a cerca de 45 metros de distância horizontal da primeira, motivo pelo qual dispensa sinalização", relata o GPIAAF.


Com Lusa