Escolha as suas informações

Idosa acamada filmada coberta de formigas em lar. Santa Casa abre inquérito
Portugal 22.09.2022
Negligência

Idosa acamada filmada coberta de formigas em lar. Santa Casa abre inquérito

Negligência

Idosa acamada filmada coberta de formigas em lar. Santa Casa abre inquérito

Portugal 22.09.2022
Negligência

Idosa acamada filmada coberta de formigas em lar. Santa Casa abre inquérito

Redação
Redação
Após a divulgação do vídeo nas redes sociais a Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime está a investigar o caso de "negligência grave".

Um vídeo chocante que está a circular nas redes sociais mostra uma senhora idosa acamada com formigas a percorrerem todo o corpo, mais concentradas no ombro e mão, que chegam de um longo carreiro no chão até à sua cama. As imagens foram alegadamente captadas no interior do lar da Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime, no Algarve. A idosa, cujo estado parece muito frágil, está acordada e apresenta também uma grande ferida aberta, mostrando alegados sinais de abandono. 

Após a denúncia do vídeo nas redes sociais e sua publicação em vários órgãos de comunicação social, a Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime emitiu um comunicado divulgado na sua página do Facebook onde anuncia que "após ter tomado conhecimento" do vídeo vai abrir um "inquérito" para apurar responsabilidades desta "negligência grave no tratamento e cuidado de uma pessoa alegadamente confiada aos cuidados da instituição".  

A mesa administrativa deste lar, esclarece que "tendo tido conhecimento, na semana passada de que algum ou alguns dos seus trabalhadores "não garantiu o cuidado adequado a uma utente, que como todos sabem é o seu cuidado primeiro e essencial, determinou a instauração de um inquérito de natureza disciplinar". 

A instituição procura agora para apurar os responsáveis por esta "situação inadmissível e será implacável na punição", pode ler-se ainda.

A administração do lar anuncia também que apresentou uma "queixa-crime" contra a "indicada autora" que filmou e partilhou o vídeo nas redes sociais, por termos "insultuosos" e "acusações infundadas". A CNN Portugal apurou que a idosa morreu em julho.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas