Escolha as suas informações

Greve agosto: Militares vigiam gasolineiras e supermercados
Portugal 2 min. 27.07.2019

Greve agosto: Militares vigiam gasolineiras e supermercados

Greve agosto: Militares vigiam gasolineiras e supermercados

Portugal 2 min. 27.07.2019

Greve agosto: Militares vigiam gasolineiras e supermercados

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
A paralisação dos motoristas vai levar à falta de gasolina e a prateleiras vazias nos supermercados.

A greve que os camionistas têm marcada para dia 12 de agosto, em Portugal, deverá mesmo acontecer, perspetiva o governo português que já prepara medidas drásticas para diminuir o "grande impacto e transtorno" desta paralisação, como diz o executivo. 

 A começar pelo abastecimento de combustível que durante a greve irá ser um bem muito raro, ou em falta. Por isso, cada veículo só poderá abastecer 15 litros e em postos definidos.

A greve foi convocada pelo pelo Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e o Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) e irá ter graves consequências em todos os setores. Um cenário bem pior do que aconteceu na paralisação levada a cabo em abril. Até porque os motoristas já fizeram saber que, desta vez, vão estar a funcionar apenas 25% dos serviços mínimos, em todo o país.

Para tentar minorar o impacto e a agitação que se antevê, o executivo decidiu convocar a PSP, GNR e Forças Armadas para reforçar a segurança no abastecimento das gasolineiras, nos hipermercados e grandes superfícies para evitar possíveis bloqueios dos motoristas e que tudo decorra dentro da normalidade, segundo anuncia hoje, dia 27, o jornal Expresso. 

Caso os serviços mínimos não sejam cumpridos, os polícias e militares irão também escoltar os camiões cisterna e se for necessário fazerem eles os transportes de mercadorias para abastecer os locais de venda de bens essenciais.

A segurança nos aeroportos, postos de abastecimento, hipermercados e outros locais críticos será também reforçada, evitando possíveis agitações ou boicotes dos motoristas, adianta este semanário.

Saiba onde pode abastecer o seu carro 

 O governo criou já uma Rede de Emergência de Postos de Abastecimento, com 333 postos de abastecimento prioritários, entre eles 48 postos a funcionar em Lisboa, 41 no Porto e 22 no Algarve. Veja aqui quais são. O governo alerta que só serão vendidos 15 litros por veículos durante a greve.

O Governo pede “tranquilidade” e reconhece que a greve irá gerar “transtornos”. “Vamos ter que nos preparar para conviver com esta situação”. Para começar pede aos portugueses para abastecerem os seus automóveis antes do dia 12. Para a semana, sindicatos e patrões voltam a reunir-se. Para tentar chegar a acordo. Para já, o governo não acredita que a greve seja desconvocada. 


Notícias relacionadas

Motoristas. Conselho de Ministros decretou requisição civil
O Governo português decretou hoje a requisição civil dos motoristas em greve, alegando incumprimento dos serviços mínimos, anunciou o secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, após reunião do executivo por via eletrónica.