Escolha as suas informações

Governo português estima que 60% dos emigrantes passem férias em Portugal
Portugal 31.07.2020

Governo português estima que 60% dos emigrantes passem férias em Portugal

Governo português estima que 60% dos emigrantes passem férias em Portugal

Foto: AFP
Portugal 31.07.2020

Governo português estima que 60% dos emigrantes passem férias em Portugal

Os líderes das comunidades portuguesas no estrangeiro estimam que 60% dos emigrantes vão de férias para Portugal.

(hdb com Lusa) - Berta Nunes salientou que não há números concretos, mas disse que “as perceções dos líderes das comunidades são que 60% dos emigrantes" vão viajar até Portugal nestas férias de verão.

Dado que “na fronteira terrestre não há controlo”, só no fim de agosto, através das informações das autarquias será possível obter números mais concretos, referiu a governante.

Em alternativa, o Governo está a tentar, através das operadoras de telecomunicações, recolher dados de “quantos portugueses com telemóvel português atravessaram a fronteira”, revelou ainda Berta Nunes, que este sábado vai estar na fronteira de Vilar Formoso para ter uma melhor perceção da chegada dos emigrantes.

Segundo Berta Nunes, o Governo espera que “venham todos aqueles que puderem”, embora seja certo que “alguns não virão porque estão desempregados, perderam rendimentos ou têm problemas no trabalho”.

Alguns patrões, concretamente na Suíça e Alemanha, têm feito pressão sobre os trabalhadores portugueses, com ameaças de que se tiverem de ficar em quarentena, não vão ser pagos e poderão ter problemas no trabalho, refere Berta Nunes.

Contudo, a secretária de Estado lembra que nesses dois países como no Luxemburgo, França ou Espanha não há nenhuma restrição para chegar e sair de Portugal.  

Com Lusa 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas