Escolha as suas informações

Funchal quer apoiar investimentos de emigrantes
Portugal 09.08.2022
Madeira

Funchal quer apoiar investimentos de emigrantes

Madeira

Funchal quer apoiar investimentos de emigrantes

Foto: Moerschy/Pixabay
Portugal 09.08.2022
Madeira

Funchal quer apoiar investimentos de emigrantes

Lusa
Lusa
A primeira sessão de informação dirigida aos madeirenses que queiram investir na sua terra acontece na quinta-feira.

A Câmara Municipal do Funchal vai organizar três sessões de informação para investidores das comunidades madeirenses, indicou esta terça-feira o presidente da autarquia, Pedro Calado, realçando que o executivo camarário está disponível para apoiar os emigrantes.


Formalizada rede que vai ajudar emigrantes a investirem em Portugal
Para o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, trata-se de “uma grande família que procurará atrair investimento e pessoas” para Portugal. Rede abrange também lusodescendentes.

“O objetivo é ter um relacionamento mais próximo com aqueles que querem investir na sua terra”, disse o autarca, que recebeu os representantes do Conselho da Diáspora Madeirense no salão nobre dos paços do concelho.

Pedro Calado referiu que a primeira sessão de informação está agendada para quinta-feira e serão abordados temas como as valências do Balcão do Investidor, áreas prioritárias de investimento, apoios municipais disponíveis, fiscalidade, oportunidades de emprego, reabilitação urbana, alojamento local, comércio, serviços e restauração.

Executivo promete "celeridade" nos processos

“A autarquia está preparada e de portas abertas para receber, apoiar e trabalhar em articulação com os nossos emigrantes”, declarou.

O autarca social-democrata, eleito pela coligação Funchal Sempre à Frente (PSD/CDS-PP), adiantou que o executivo camarário pretende garantir aos investidores “celeridade” ao nível de processos, bem como “segurança e tranquilidade”.


Os portugueses no Luxemburgo continuam a ajudar as suas famílias em Portugal.
Luxemburgo. Emigrantes enviaram 71 milhões de euros para Portugal em 2021
O envio de dinheiro dos emigrantes portugueses no Grão-Ducado para o país natal tem vindo a diminuir e está longe das remessas da comunidade lusa em França ou na Suíça, as recordistas.

Pedro Calado afirmou também que vai manter “proximidade e ligação” com as comunidades madeirenses, efetuando algumas deslocações aos países de acolhimento durante o seu mandato.

O Conselho da Diáspora Madeirense é um órgão consultivo do Governo Regional (PSD/CDS-PP) composto por 21 elementos, que representam dez comunidades de emigrantes: Venezuela, África do Sul, Reino Unido (as maiores), Austrália, Brasil, EUA, Europa, Caraíbas, Canadá e Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.