Escolha as suas informações

Estes são os médicos alemães que chegaram a Portugal para tratar doentes covid
Portugal 6 3 min. 03.02.2021 Do nosso arquivo online

Estes são os médicos alemães que chegaram a Portugal para tratar doentes covid

Estes são os médicos alemães que chegaram a Portugal para tratar doentes covid

Foto ‘Bundeswehr’
Portugal 6 3 min. 03.02.2021 Do nosso arquivo online

Estes são os médicos alemães que chegaram a Portugal para tratar doentes covid

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
"Os hospitais estão a transbordar. E é por isso que somos necessários" em Portugal, declarou chefe da missão de apoio alemã. Veja a partida e a chegada da equipa alemã a Portugal.

A equipa de 26 profissionais de saúde militares alemães e um grande carregamento de equipamento médico partiram esta manhã da base aérea de aérea de Wunstorf, na Alemanha, com destino a Lisboa, Portugal.

Antes de entrar no avião A400M da força aérea alemã (‘Bundeswehr’) o coordenador da missão a Portugal, o cirurgião geral Ulrich Baumgärtner, declarou que a ajuda do seu país a Portugal é um "sinal de solidariedade europeia".

O médico Ulrich Baumgärtner sublinhou que a situação em Portugal “é incomparavelmente mais difícil do que aqui. Os hospitais estão a transbordar. E é por isso que somos necessários lá".

Em representação do governo português, o embaixador de Portugal na Alemanha, Francisco Ribeiro de Menezes foi despedir-se da equipa médica à base aérea de Wunstorf, na Baixa Saxónia. Ao chefe da missão de ajuda o diplomata declarou, citado pela AFP que “Portugal está muito grato à Alemanha pelo seu apoio nesta fase extremamente dramática e difícil da pandemia”.

Equipa vai para o Hospital da Luz

No Airbus da Força Aérea embarcaram 26 profissionais de saúde, entre eles oito médicos e paramédicos a par com enfermeiros que vão trabalhar nas próximas três semanas no Hospital da Luz, em Lisboa, nomeadamente nos serviços onde estão internados os doentes graves covid-19, reforçando assim as equipas médicas deste estabelecimento hospitalar.


Portugal. Médicos alemães chegam quarta-feira para ajudar a combater covid-19
São 26 profissionais de saúde, 150 camas hospitalares e 50 ventiladores que a Alemanha envia para os hospitais portugueses, já lotados e sem meios. Transferência de doentes para Áustria e Espanha está a ser equacionada.

No dia 1 de fevereiro este hospital particular de Lisboa recebeu doentes covid-19 do Hospital Amadora-Sintra devido à lotação completa deste estabelecimento público que não tem já camas vagas para os pacientes.

“Em menos de 24 horas, uma enfermaria de 19 quartos do Hospital da Luz Lisboa foi equipada para receber doentes com Covid-19 do Hospital Amadora-Sintra, que tiveram de ser transferidos”, declara o Hospital da Luz na sua página de Facebook, no dia 1 de fevereiro.

A bordo do Airbus da ‘Bundeswehr’ veio também equipamento médico doado pela Alemanha neste apoio a Portugal: 40 ventiladores móveis e dez estacionários, 150 bombas de infusão e 150 camas hospitalares. A descrição foi feita pelo Ministério da Defesa alemão, num comunicado enviado à Agência Lusa. O equipamento irá ser distribuído pelos hospitais onde haja mais carência destes meios.


Transporte de doentes covid graves pode ser feito mesmo com a distância de Portugal ao Luxemburgo
Se vier a ser acionada a oferta de ajuda do Grão-Ducado, a Luxembourg Air Rescue está preparada para responder e explica ao Contacto quais as condições necessárias para transportar este tipo de doentes, entre dois países que distam mais de 2000 km entre si.

Apoio alemão até 21 de março

No final de três semanas, esta primeira equipa médica alemã regressará a casa e será substituída por outros médicos alemães. O acordo entre Portugal e Alemanha prevê a presença de profissionais alemães a apoiar os hospitais portugueses até ao dia 21 de março.

Portugal está numa “situação dramática” e nestes tempos que vivemos “a solidariedade na Europa é indispensável”, declarou Annegret Kramp-Karrenbauer, a ministra da Defesa alemã justificando assim o apoio a Portugal.

“Apoiamos os nossos amigos europeus, também na luta contra o coronavírus” frisou a ministra há dias sublinhando que o acordo de apoio foi firmado entre ela e João Cravinho, o ministro da Defesa de Portugal. “A solidariedade fortalece a Europa”, declarou esta ministra no comunicado enviado à Lusa.

Na terça-feira Portugal ultrapassou as 13 mil mortes associadas ao novo coronavírus, tendo esta quarta-feira registado 240 mortes e 9.083 novos infetados.

 Internamentos a diminuir

Pela primeira vez, em muitos dias houve desde ontem uma diminuição de internamentos diários nos hospitais portugueses. Nesta quarta-feira estão internadas em enfermarias 6.684 pessoas, menos 91 que no dia anterior, e 877 nos cuidados intensivos, mais 25, de acordo com os dados da Direção Geral da Saúde.


Covid-19. Luxemburgo continua sem receber qualquer pedido para acolher pacientes portugueses
Apesar de ter sido o primeiro país a oferecer ajuda a Portugal, o Grão-Ducado continua sem receber nenhum pedido formal para acolher pacientes infetados com covid-19. A disponibilidade mantêm-se, "se a situação nos hospitais do país o permitir".

 Além deste apoio alemão que hoje chegou a Portugal na luta contra a pandemia no País, decorrem também conversações com a Áustria e a Espanha para uma possível transferência de doentes. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas