Escolha as suas informações

Emigrantes animam a economia do país no verão
Portugal 2 min. 30.07.2017 Do nosso arquivo online
Secretário de Estado das Comunidades

Emigrantes animam a economia do país no verão

Secretário de Estado das Comunidades

Emigrantes animam a economia do país no verão

Ilustração: João Paulo Tomás Pereira
Portugal 2 min. 30.07.2017 Do nosso arquivo online
Secretário de Estado das Comunidades

Emigrantes animam a economia do país no verão

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas disse hoje que os emigrantes animam a economia nacional nesta altura do ano e as suas poupanças têm aumentado, o que mostra a confiança que continuam a ter no país.

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas disse hoje que os emigrantes animam a economia nacional nesta altura do ano e as suas poupanças têm aumentado, o que mostra a confiança que continuam a ter no país.

"Todos temos a experiência do regresso dos emigrantes neste período do ano e sabemos bem que eles aproveitam para tratar de muitos dos assuntos relativos às suas vidas e aos seus investimentos que têm em Portugal, e é por isso que ocorre um acréscimo de procura nos setores do urbanismo nas Câmaras Municipais nesta altura do ano", disse hoje à agência Lusa o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

O governante falava na fronteira de Vilar Formoso, no concelho de Almeida, distrito da Guarda, onde, acompanhado pelo secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, deu as boas vindas aos emigrantes que entram em Portugal para gozo de um período de férias.

José Luís Carneiro disse que "há um conjunto de investimentos que os emigrantes têm em Portugal nesta altura do ano que, efetivamente, mostram que eles animam a economia local, a economia regional, a economia do país, quer em termos do turismo, da restauração, do alojamento, mas também em termos de outros investimentos".

Referiu ainda que "pese embora haver quem tenha entendido, sobretudo na transição de 2015 para 2016, que as circunstâncias políticas do novo Governo estavam a levar a que os emigrantes retirassem as suas poupanças e deixassem de investir em Portugal e, por outro lado, também a crise que se abateu sobre o sistema bancário (…), de que os emigrantes estavam a ter uma desconfiança em relação a Portugal e que estavam a desviar as suas poupanças do nosso país", esse cenário não se verificou.

"Ora, esses receios não, apenas, felizmente, não se confirmaram como, antes pelo contrário, as poupanças dos emigrantes e as remessas dos emigrantes ampliaram significativamente de 2015 para 2016 e de 2016 para 2017. No ano de 2016, as remessas dos emigrantes para Portugal alcançaram o seu nível histórico mais elevado".

Segundo o governante, naquele ano foram transferidos para Portugal "mais de três mil 330 milhões de euros, o que mostra de uma forma muito clara a confiança que os portugueses emigrantes continuam a ter no seu país".

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas participou hoje de manhã, na fronteira de Vilar Formoso, na campanha de segurança rodoviária "Sécur'été - verão em Portugal", dirigida aos portugueses e lusodescendentes, residentes em França, que se deslocam de carro a Portugal durante as férias de verão.

A campanha, organizada pelo 15.º ano consecutivo pela associação Cap Magellan, tem como objetivo contribuir para a redução do número de acidentes durante os trajetos longos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

As férias colectivas arrancam esta sexta-feira no Luxemburgo. Como acontece todos os anos, milhares de emigrantes escolhem regressar a Portugal de férias ao volante. Este fim-de-semana, os condutores portugueses podem contar com vários quilómetros de filas nas estradas francesas.
Os emigrantes portugueses que vão de férias a Portugal de carro vão contar com filas nas estradas francesas
Há mais emigrantes qualificados a chegar ao Grão-Ducado e já não vêm só das tradicionais regiões de partida, o interior norte e centro do país. Em contrapartida, a precariedade aumentou nos últimos anos e há muitos a viver situações difíceis, alertam os autores do estudo Remigr, que traça um retrato da nova vaga de imigração portuguesa no Luxemburgo.
Illustration - Vote des etrangers - Photo : Pierre Matge
Relatório do Governo sobre a emigração
Nas vésperas do mês de férias dos emigrantes, o Governo apresentou no parlamento um relatório sobre os portugueses no estrangeiro. O estudo, que excluiu os luso-descendentes, pretende ser um primeiro retrato anual sobre atual emigração portuguesa.