Escolha as suas informações

Dispensa de teste negativo para entrar em Portugal em vigor na segunda-feira
Portugal 05.02.2022
Covid-19

Dispensa de teste negativo para entrar em Portugal em vigor na segunda-feira

Covid-19

Dispensa de teste negativo para entrar em Portugal em vigor na segunda-feira

Foto: Chris Karaba
Portugal 05.02.2022
Covid-19

Dispensa de teste negativo para entrar em Portugal em vigor na segunda-feira

Lusa
Lusa
A medida será publicada no domingo em Diário da República e “as regras nela constantes estarão em vigor a partir das 00:00 de segunda-feira, dia 7 de fevereiro”, anunciou o governo.

A decisão de dispensar teste negativo ao vírus SARS-CoV-2 para entrar em Portugal, bastando apresentar o certificado digital ou um comprovativo de vacinação reconhecido, entra em vigor na segunda-feira, anunciou este sábado o Governo.

Na passada quinta-feira, o Governo decidiu acabar com a medida em vigor desde 1 de dezembro do ano passado, que impunha que todos os passageiros que chegassem a Portugal por via aérea eram obrigados a apresentar um teste negativo ou um certificado de recuperação no momento do desembarque.

“O Conselho de Ministros aprovou uma resolução para alterar as medidas aplicáveis no âmbito da pandemia da doença covid-19, nomeadamente as que dizem respeito à entrada de pessoas em território nacional”, afirma hoje em comunicado o gabinete da ministra da Presidência.


O valor das multas por não apresentar teste negativo varia entre os 200 e os 800 euros. Não usar máscara no interior do aeroporto incorre em multa também, neste caso a coima pode chegar aos 500 euros.
Duas dezenas de pessoas multadas no aeroporto de Lisboa por falta de teste
O Conselho de Ministros aprovou as alterações ao Certificado Covid na quinta-feira e o Presidente da República promulgou-as no dia seguint. Diploma vai rer publicado em Diário da República no domingo e medidas entram em vigor na segunda-feira.

A medida será publicada no domingo em Diário da República e “as regras nela constantes estarão em vigor a partir das 00:00 de segunda-feira, dia 7 de fevereiro”, acrescenta o comunicado.

No que diz respeito à entrada em território nacional, “passa a ser exigida apenas a apresentação do Certificado Digital covid da UE nas suas três modalidades ou de outro comprovativo de vacinação devidamente reconhecido”.

Na quinta-feira, o Conselho de Ministros aprovou o decreto-lei com alterações relativamente ao certificado digital covid da União Europeia e ajustamentos relativamente aos comprovativos de vacinação a apresentar para acesso a determinados estabelecimentos.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Certificados de vacinação voltam a ser aceites como documento isolado para poder viajar para o país. Para quem tiver de fazer teste, há alterações na validade dos testes antigénio que só passam a ser aceites feitos com 24 horas de antecedência em vez das 48 horas.