Escolha as suas informações

Breves Portugal 16.01.2019

Detido na Hungria hacker suspeito de divulgar emails do Benfica

O anúncio da detenção, sem divulgar o nome do suspeito detido, foi feito na tarde desta quarta-feira, em comunicado, pela PJ e pela Procuradoria-Geral da República.

"No âmbito de inquérito dirigido pelo Ministério Público, com investigação realizada pela Polícia Judiciária e na sequência de diligências cumpridas em sede de cooperação internacional em país comunitário, foi concretizada a detenção de um cidadão nacional de 30 anos de idade, sobre quem impendia Mandado de Detenção Europeu. Em causa estão factos suscetíveis de integrarem crimes de extorsão qualificada na forma tentada, acesso ilegítimo, ofensa a pessoa coletiva e violação de segredo.", escreve-se no comunicado.

Para concretizar a detenção, desenvolvida no âmbito da Operação “Cyberduna”, elementos da PJ deslocaram-se à Hungria, onde estão “a acompanhar presencialmente a execução da detenção e das diligências subsequentes, no âmbito de uma Decisão Europeia de Investigação”, esclarece-se no mesmo documento.

Em Setembro do ano passado a revista Sábado revelava que Rui Pinto, hoje com 30 anos, era o único suspeito de ter divulgado e-mails do Sport Lisboa e Benfica, que estiveram na origem do caso E-Toupeira. A publicação indicava que o homem operava a partir de Budapeste, a capital da Hungria, apelidando-o de “génio informático” que já teria estado envolvido noutros casos de roubo de correspondência electrónica, envolvendo o Sporting e o FC Porto.

A PJ agendou uma conferência de imprensa para as 20h desta quarta-feira, para prestar mais esclarecimentos sobre este caso.