Escolha as suas informações

Covid-19. Santos Silva rejeita hipótese de encerrar fronteiras
Portugal 23.10.2020

Covid-19. Santos Silva rejeita hipótese de encerrar fronteiras

Covid-19. Santos Silva rejeita hipótese de encerrar fronteiras

Foto: Lusa
Portugal 23.10.2020

Covid-19. Santos Silva rejeita hipótese de encerrar fronteiras

Lusa
Lusa
Há duas semanas os chefes dos Governos de Portugal e Espanha afastaram essa possibilidade, mas a situação pandémica tem vindo a agravar-se e hoje o Pedro Sánchez admitiu que o número real de casos de infeção no seu país seja o triplo dos dados oficiais.

O ministro do Estado e dos Negócios Estrangeiros rejeitou hoje a hipótese de voltar a encerrar as fronteiras devido ao agravamento da pandemia de covid-19.

Questionado hoje pelos jornalistas, à margem de um evento de comemoração dos 75 anos das Nações Unidas, sobre se equaciona fechar as fronteiras tendo em conta o aumento de casos na Europa, Augusto Santos Silva disse “não”.

Já há duas semanas os chefes dos Governos de Portugal e Espanha afastaram essa possibilidade, quando questionados pelos jornalistas à margem da 31.ª Cimeira Lusa-Espanhola, que se realizou na Guarda.

No entanto, a situação pandémica tem vindo a agravar-se e já hoje o presidente do Governo Espanhol admitiu que o número real de casos de infeção pelo novo coronavírus no país seja o triplo dos dados oficiais, ou seja, em vez de rondar um milhão serão cerca de três milhões.


People wear face masks as they shop groceries in Sofia's largest outdoor groceries market in Sofia, on October 23, 2020. - Bulgaria made mask-wearing mandatory in busy outdoor spaces on Thursday and called on medical students to help shore up its fragile healthcare system against a burgeoning second coronavirus wave. (Photo by NIKOLAY DOYCHINOV / AFP)
Portugal. Parlamento aprova uso obrigatório de máscaras na rua
O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um projeto-lei do PSD que impõe o uso obrigatório de máscara em espaços públicos e que prevê coimas entre 100 e 500 euros para os incumpridores.

Numa declaração institucional, Pedro Sánchez considerou que a evolução da pandemia em Espanha é "grave" e avisou que os próximos meses “vão ser muito duros".

O novo coronavírus já provocou quase 35 mil mortes em Espanha, desde o início da pandemia.

O número de infetados em Portugal ronda os 110 mil e o número de mortos ultrapassa os 2.200, segundo os dados divulgados pela Direção-Geral da Saúde.

A nível mundial, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas