Escolha as suas informações

Covid-19. Regras aprendidas nas últimas semanas vão vigorar durante "muito tempo"
Portugal 24.04.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Regras aprendidas nas últimas semanas vão vigorar durante "muito tempo"

Covid-19. Regras aprendidas nas últimas semanas vão vigorar durante "muito tempo"

Foto: Henrique Casinhas
Portugal 24.04.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Regras aprendidas nas últimas semanas vão vigorar durante "muito tempo"

Lusa
Lusa
Portugal conseguiu conter uma “subida rápida” do número de casos e manter a capacidade do sistema de saúde para tratar as pessoas doentes com “milhões de pessoas que adquiriram uma nova forma de estar na vida”.

As regras de distanciamento social e higiene aplicadas desde o surgimento do novo coronavírus em Portugal vão ter que se manter durante “muito tempo” quando o país sair do estado de emergência, afirmou hoje a diretora-geral da Saúde.

“Quando terminar o estado de emergência e retomarmos as nossas atividades e as nossas vidas, temos de o fazer de forma diferente, mantendo muitas regras que aprendemos e aplicámos nestas últimas três semanas”, afirmou Graça Freitas na conferência de imprensa diária de acompanhamento da pandemia de covid-19 em Portugal.

Se a população deixar de observar essas regras quando for regressando ao trabalho e forem reabrindo as atividades económicas, a curva epidémica no país “vai subir porque o vírus continua a circular em Portugal, na Europa e no Mundo e o sistema de saúde vai ser submetido a uma grande pressão”.

“Nas próximas semanas e durante muito tempo” vai ser preciso manter “o equilíbrio entre a epidemia e a capacidade do sistema de saúde” à medida que a população volte à rua e a trabalhar, frisou.

Portugal conseguiu conter uma “subida rápida” do número de casos e manter a capacidade do sistema de saúde para tratar as pessoas doentes com “milhões de pessoas que adquiriram uma nova forma de estar na vida”.

Mesmo “reatando relações sociais e reavivando o tecido económico”, será tarefa dos cidadãos “observar medidas de distanciamento social, higiene das mãos e das superfícies, etiqueta respiratória e, quando se justificar, a utilização de um método de barreira” como máscaras, defendeu.

Portugal contabiliza 854 mortos associados à covid-19 em 22.797 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.


Covid-19. Testada primeira vacina com larga proteção em macacos
Estes resultados devem agora ser objeto de uma nova avaliação pelos especialistas, antes de serem validados pela comunidade científica.

Relativamente ao dia anterior, há mais 34 mortos (+4,1%) e mais 444 casos de infeção (+2%).

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 200 mil mortos e infetou mais de 2,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas