Escolha as suas informações

Quem tiver teste negativo ou vacinação completa vai poder entrar e sair da Área Metropolitana de Lisboa
Portugal 3 min. 25.06.2021
Covid-19

Quem tiver teste negativo ou vacinação completa vai poder entrar e sair da Área Metropolitana de Lisboa

Covid-19

Quem tiver teste negativo ou vacinação completa vai poder entrar e sair da Área Metropolitana de Lisboa

Foto: AFP
Portugal 3 min. 25.06.2021
Covid-19

Quem tiver teste negativo ou vacinação completa vai poder entrar e sair da Área Metropolitana de Lisboa

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Circulação na zona da capital portuguesa volta a ser restringida, mas além das exceções previstas, quem apresentar teste negativo ou certificado digital covid-19, pode circular.

As entradas e saídas da Área Metropolitana de Lisboa (AML) voltam a estar restringidas este fim de semana devido à incidência da covid-19. A circulação de e para a zona da capital e envolvente está condicionada a partir das 15h desta sexta-feira até às 6h de segunda-feira (horas de Portugal).

No entanto, quem apresentar teste negativo ou o certificado digital, com vacinação completa, vai poder entrar e sair da AML.


Marcelo promulga diploma que executa certificado digital europeu em Portugal
Para obter o certificado digital, o cidadão deve aceder ao portal do SNS 24, seguir as instruções e escolher o tipo de certificado que pretende.

"De forma a conter o aumento de incidência que se tem verificado, fica proibida a circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa ao fim-de-semana, entre as 15h do dia 25 de junho e as 06h do dia 28 de junho, sem prejuízo das exceções previstas. É ainda admitida a circulação mediante apresentação de comprovativo de realização laboratorial de teste para despiste da infeção por SARS-CoV-2 com resultado negativo ou, alternativamente, mediante apresentação do Certificado Digital COVID da União Europeia", refere o comunicado da Resolução do Conselho de Ministros, desta quinta-feira.

Serão aceites testes PCR, feitos 72h antes, ou testes antigénio, feitos 48h antes, mas não serão aceites autotestes, e será preciso ter já tomado as duas doses da vacina, precisou ontem, em conferência de imprensa, a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

Os concelhos que limitam a fronteira da AML com as regiões vizinhas são os de Mafra, Loures e Vila Franca de Xira, que ligam a Norte com a região Oeste, e os de Setúbal, Palmela, Montijo e Alcochete, que a Sul ligam com o Alentejo. A circulação entre os municípios da AML continua a ser permitida.

A Área Metropolitana de Lisboa tem todos os seus 18 municípios sujeitos a medidas mais restritivas de desconfinamento, ainda que com níveis diferentes entre si.


Madeira entra para “lista verde” britânica
Pelo contrário, seis países, incluindo a Tunísia e Haiti, vão ser acrescentados à “lista vermelha”.

Entre os seus concelhos, por estarem em risco "muito elevado", Lisboa e Sesimbra, recuam dois níveis no desconfinamento, o que significa que passam a ter de novo maiores restrições como o encerramento dos estabelecimentos de restauração e comércio não alimentar, durante o fim de semana, às 15h30 e os supermercados às 19h. Eventos culturais e desportivos também voltam a estar condicionados em termos de horário e público.

Nos restaurantes, a capacidade permitida é de um máximo de quatro pessoas por grupo, no interior, e seis, em esplanada.

Para casamentos e batizados, realizados nestes concelhos, a lotação passa a ser novamente reduzida para 25%.  

Estas medidas também se aplicam a Albufeira, no Algarve, que tal como Lisboa e Sesimbra também recua dois níveis no desconfinamento.

Os restantes 16 municípios da AML encontram-se em “risco elevado” de incidência da covid-19, por terem 120 casos por 100 mil habitantes e sofrem igualmente um recuo, mas apenas de um nível. 

Assim, em Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Cascais, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Seixal, Setúbal, Sintra e Vila Franca de Xira, os horários da restauração são mais alargados, podendo estar abertos até às 22h30, independentemente do dia da semana, assim como o comércio a retalho alimentar e não alimentar, que pode funcionar até às 21h. Os casamentos e batizados podem realizar-se com 50 % da lotação.

Fora da AML, estão nesta condição também Arruda dos Vinhos, Braga, Grândola, Lagos, Loulé, Odemira, Sardoal, Sines e Sobral de Monte Agraço.

Há ainda 19 concelhos que, por registarem pela primeira vez uma taxa de incidência superior aos limiares definidos, ficam em alerta: Alenquer, Avis, Castelo de Vide, Castro Daire, Chamusca, Constância, Faro, Lagoa, Mira, Olhão, Paredes de Coura, Portimão, Porto, Rio Maior, Santarém, São Brás de Alportel, Silves, Sousel e  Torres Vedras.  



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Dos 278 concelhos de Portugal continental, há 45 no nível de risco elevado ou muito elevado de incidência de covid-19, aplicando-se medidas mais restritivas, inclusive a limitação da circulação na via pública a partir das 23:00, anunciou hoje o Governo.