Escolha as suas informações

Portugal. Governo aprova venda de autotestes nos supermercados
Portugal 2 min. 15.07.2021
Covid-19

Portugal. Governo aprova venda de autotestes nos supermercados

Covid-19

Portugal. Governo aprova venda de autotestes nos supermercados

Foto: DPA
Portugal 2 min. 15.07.2021
Covid-19

Portugal. Governo aprova venda de autotestes nos supermercados

Lusa
Lusa
São já 90 os concelhos em risco muito elevado quando o número de internamentos disparou 19% numa semana.

Noventa dos 278 concelhos de Portugal continental (32,4%) estão em risco elevado ou muito elevado de incidência de covid-19, ficando sujeitos a medidas mais restritivas, inclusive dever de recolhimento entre as 23:00 e as 05:00, anunciou hoje o Governo.

Em conferência de imprensa, após a reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, disse que as regras para os concelhos de maior risco, que aumentaram no global de 60 para 90, “são as mesmas que se aplicavam até então”, inclusive a medida de limitação da circulação na via pública, diariamente, entre as 23:00 e as 05:00.

Sobre a atualização do mapa de risco, Mariana Vieira da Silva informou que aumentaram de 33 para 47 os concelhos de risco muito elevado de incidência de covid-19.

Quanto aos concelhos no nível de risco elevado, passaram de 27 para 43, segundo informação disponibilizada pelo Governo.

Além da limitação de circulação na via pública, diariamente, entre as 23:00 e as 05:00, estes 90 concelhos ficam sujeitos a outras medidas restritivas para controlar a pandemia, mas diferenciadas consoante o nível de risco, nomeadamente nos horários do comércio e restauração.

Ainda que sem impacto nas medidas de desconfinamento, há 30 municípios em situação de alerta, por registarem, pela primeira vez, uma taxa de incidência superior a 120 casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias (ou superior a 240 se forem concelhos de baixa densidade populacional).

Autotestes em supermercados

O Conselho de Ministros aprovou hoje a venda em supermercados de testes rápidos de antigénio para deteção do SARS-CoV-2, os chamados autotestes, anunciou Mariana Vieira da Silva.

“O Governo aprovou hoje um decreto-lei que permite a venda dos autotestes nos supermercados”, indicou a ministra na conferência de imprensa após o final da reunião de Conselho de Ministros.

De acordo com a governante, a medida permitirá reforçar a identificação de casos positivos de covid-19, numa altura em que Portugal se mantém na zona vermelha da matriz de risco e a situação epidemiológica continua a preocupar o executivo.

Internamentos aumentaram

O número de doentes internados com covid-19 aumentou 19% na última semana, indicou a ministra, sublinhando que ainda assim este crescimento é mais lento em comparação com o número de novos casos.

Segundo os dados divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS), estão hoje internadas um total de 774 doentes com covid-19, 174 dos quais em cuidados intensivos.

Comparativamente à semana passada, estes números representam “um crescimento de 19% de internamentos e de 18% de pessoas internadas em cuidados intensivos”, disse a ministra Mariana Vieira da Silva, em conferência de imprensa no final da reunião do Conselho de Ministros.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Dos 278 concelhos de Portugal continental, há 45 no nível de risco elevado ou muito elevado de incidência de covid-19, aplicando-se medidas mais restritivas, inclusive a limitação da circulação na via pública a partir das 23:00, anunciou hoje o Governo.