Escolha as suas informações

Covid-19. Governo português compra mais de 100 mil frascos de remdesivir
Portugal 22.10.2020

Covid-19. Governo português compra mais de 100 mil frascos de remdesivir

Covid-19. Governo português compra mais de 100 mil frascos de remdesivir

Foto: Ulrich Perrey/dpa-POOL/dpa
Portugal 22.10.2020

Covid-19. Governo português compra mais de 100 mil frascos de remdesivir

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Medicamento está indicado para doentes adultos e adolescentes, a partir dos 12 anos, com pneumonia que necessitem de oxigénio suplementar e tem sido usado em contexto hospitalar em pacientes com covid-19.

O Governo português vai adquirir mais de 100.000 frascos do medicamento antiviral remdesivir para ajudar no tratamento de doentes com covid-19.

A decisão foi tomada esta quinta-feira, 22 de outubro, em Conselho de Ministros e anunciada pela ministra da Saúde, Marta Temido. 

"Trata-se de um medicamento que foi inicialmente utilizado em termos experimentais e que mais recentemente passou a ter uma utilização aconselhada em determinadas condições da doença por covid-19", explicou a governante em conferência de imprensa. 


A ministra da Saúde, Marta Temido (E), e a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva (D).
Portugal proíbe circulação entre concelhos no feriado de Todos os Santos e avança com restrições no Norte
Os concelhos de Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira vão ter medidas especiais, semelhantes às que vigoraram nas 19 freguesias da Área Metropolitana de Lisboa, no verão.

O remdesivir está, atualmente, indicado para doentes adultos e adolescentes, a partir dos 12 anos, com pneumonia que necessitem de oxigénio suplementar e dentro de um quadro clínico definido pelo médico que segue o doente.

Segundo a ministra, a compra destas doses de remdesivir visa “cobrir as necessidades assistenciais" de doentes com "esta indicação terapêutica", a partir deste mês e até março de 2021.

Em julho, o presidente da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), anunciou que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) já tinha tratado 133 doentes com covid-19, recorrendo a este fármaco.


Remdesivir já tem luz verde da Agência Europeia de Medicamentos para tratar covid-19
Um ensaio clínico mostrou que os pacientes graves tratados com este medicamento recuperam em média em 12 dias, seis dias mais cedo do que os restantes.

Marta Temido referiu hoje que “a aquisição de mais de cem mil frascos”, a cargo do SNS, terá um custo de cerca de 35 milhões de euros, uma vez que cada um custa 345 euros.  

Autorizado na União Europeia para o tratamento da covid-19, a aquisição dos 100.000 frascos será feita através de contrato específico com o fornecedor, no âmbito do contrato-quadro de aquisições conjuntas celebrado entre a Comissão Europeia e a empresa farmacêutica Gilead Sciences.

Portugal voltou a bater o recorde de número diário de infetados esta, quinta-feira, com mais 3.270 novos casos e 16 óbitos. Há 1.365 internados, mais 93 que ontem, e 200 em cuidados intensivos, mais 13 que no dia anterior.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas