Escolha as suas informações

Corpo de estudante assassinada foi encontrado no Tejo
Portugal 29.05.2020

Corpo de estudante assassinada foi encontrado no Tejo

Corpo de estudante assassinada foi encontrado no Tejo

Portugal 29.05.2020

Corpo de estudante assassinada foi encontrado no Tejo

De acordo com o Jornal de Notícias, será o corpo de Beatriz Lebre, a jovem que terá sido assassinada por um colega da faculdade.

Beatriz Lebre, estudante de Psicologia numa universidade de Lisboa, estava desaparecida desde 22 de maio. A ausência da jovem foi comunicada à PSP pela família, que vive no Alentejo e estranhou não conseguir contactar com a jovem, que vivia sozinha na capital, por causa dos estudos.

A Polícia Judiciária foi chamada a investigar o caso e encontrou, na residência da jovem, um cenário compatível com homicídio, incluindo vestígios de sangue. Na quarta-feira da semana passada, os indícios recolhidos foram considerados suficientes para deter um colega da vítima, Ruben, que terá confessado o crime. É suspeito de homicídio e ocultação de cadáver, que terá sido encontrado esta tarde, de acordo com o Jornal de Notícias.

Fonte da Autoridade Marítima Nacional confirmou à agência Lusa que se trata do corpo de uma mulher, que foi “removido pelas 15h30” e encaminhado para o Instituto de Medicina Legal. O Jornal de Notícias escreve mesmo que se trata do corpo de Beatriz Lebre.

O jovem de 25 anos suspeito de ter morto a estudante de psicologia Beatriz Lebre, de 23, atirando depois o corpo ao rio Tejo, está internado no Hospital de São José, com ferimentos considerados graves em ambos os braços. O jovem admitiu aos guardas prisionais da cadeia anexa à sede da PJ, em Lisboa, ter cortado os próprios pulsos.

O jovem suspeito do crime estava a terminar um mestrado em Psicologia e era colega de Beatriz Lebre. A estudante era de Elvas mas tinha vindo para Lisboa para estudar. "Eram só colegas. Ela queria ser pianista. Tinha feito o primeiro ano de conservatório", explicou o avô da jovem em declarações à CMTV. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas